Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Parênteses ( )

Os parênteses ( ) são um sinal de pontuação usado para isolar um enunciado que intercala outro enunciado, servindo de complemento ou explicação, mas não sendo essencial.

O sinal gráfico dos parênteses (  ). O sinal gráfico dos parênteses.

Os parênteses ( ) são um sinal de pontuação usado para isolar um enunciado acessório que intercala outro enunciado. É preciso abrir e fechar os parênteses para indicar exatamente onde começa e onde termina o enunciado isolado por eles.

Leia também: Ponto de interrogação — o sinal de pontuação utilizado em frases interrogativas

Resumo sobre parênteses

  • Os parênteses são um sinal de pontuação usado para isolar um enunciado que aparece intercalado em outro.

  • É preciso abrir e fechar os parênteses, para que fique claro o início e o fim do enunciado que foi isolado.

  • Os parênteses são usados para isolar termos acessórios e explicativos, não essenciais para entendimento do enunciado que aparece fora dos parênteses.

  • Os colchetes e as chaves são tipos de parênteses usados em contextos mais específicos que os dos parênteses.

O que são os parênteses?

Os parênteses são sinais de pontuação usados para isolar um enunciado que aparece intercalando outro enunciado. Geralmente, o enunciado que aparece dentro dos parênteses é apenas acessório e explicativo, não sendo essencial para o entendimento do enunciado que aparece fora, mas trazendo um complemento, como uma explicação ou um comentário sobre ele. Note como isso ocorre no exemplo a seguir:

Ela estava (muito) cansada daquela rotina.

Nesse exemplo, a palavra “muito” aparece entre parênteses para indicar a intensidade do cansaço da pessoa. Embora esse detalhe não seja essencial para o entendimento da ideia principal, ele serve como um comentário a mais para explicar a situação, justificando o uso dos parênteses.

Muitas vezes, os parênteses podem ser usados no lugar de duas vírgulas ou do travessão, quando há a mesma intenção de isolar um enunciado que intercala outro. Veja o próximo caso.

Eu sabia que chegaríamos tarde demais (apesar de eu ter avisado que já estávamos atrasados) e que não conseguiríamos ver a abertura do evento.

Nesse outro exemplo, há todo um trecho entre parênteses: “apesar de eu ter avisado que já estávamos atrasados”. Esse trecho também serve como um comentário não essencial a respeito do enunciado fora dos parênteses e poderia estar entre vírgulas ou entre travessões.

Quando usar os parênteses?

Há alguns casos específicos para uso dos parênteses. Vamos conhecer alguns com exemplos de uso dos parênteses.

  • Explicação ou circunstância já mencionada e retomada no trecho dentro dos parênteses:

Minha prima e a amiga dela foram juntas à quermesse. Mas só uma (a minha prima) voltou cedo.

É lá (no café) que se encontra a estalajadeira. (J. Cardoso Pires)

  • Reflexão ou comentário a respeito do enunciado fora dos parênteses:

O Cristianismo (escreveu Chateaubriand) inventou o órgão e fez suspirar o bronze. (Carlos de Laet)

Na véspera de minha partida (eu iria passar um ano sem vir em casa) fui me despedir do balão. (Carlos Heitor Cony)

  • Nota emocional, muitas vezes exclamativa ou interrogativa:

Mas o tempo (e é outro ponto em que espero a indulgência dos homens pensadores!), o tempo caleja a sensibilidade... (Machado de Assis)

Havia a escola, que era azul e tinha / Um mestre mau, de assustador pigarro… / (Meu Deus! Que é isto? Que emoção a minha / Quando estas coisas tão singelas narro?) (Bernardino Lopes)

  • Informação de siglas ou referências bibliográficas:

As informações têm como fonte o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A Teoria da Relatividade (EINSTEIN, 1905) foi essencial para os estudos posteriores da Física.

  • Indicar ano de nascimento e de morte:

Carolina Maria de Jesus (1914-1977) foi uma importante escritora brasileira do século XX.

  • Citação de palavra ou trecho traduzido:

Ele leva a sério a filosofia do carpe diem (aproveite o dia”, em latim).

A mensagem do meu amigo francês começava com um “bom dia” (bonjour”, no original).

  • Indicações de rubricas, isto é, indicações cênicas em textos de teatro:

1ª Jovem – Como te chamas? / Pastorinho – (Sorridente.) Prometeu. / 1ª Jovem – E aquela voz que se ouve? / Pastorinho – É meu pai. (Ri.)

O correto é parênteses ou parêntesis?

Algumas vezes, há dúvidas a respeito da escrita da palavra “parênteses”, já que há outra forma de escrevê-la: “parêntesis”, com vogal “i” na última sílaba em vez de “e”. Sendo assim, as duas formas de escrita são aceitas pela gramática normativa, apesar de a forma terminada em -es ser a mais usada no português brasileiro.

Sinais de pontuação dentro e fora dos parênteses

Em geral, tende-se a não pontuar dentro dos parênteses quando houver apenas uma palavra ou pequena frase (a não ser que o contexto justifique o uso de vírgula, ponto de interrogação ou ponto de exclamação, por exemplo).

Porém, caso dentro dos parênteses haja uma frase completa e independente, não entrecortando o enunciado fora dos parênteses, então ela deve ser pontuada de maneira autônoma (sem haver pontuação fora dos parênteses). Observe a diferença nos exemplos a seguir.

  • Pontuação fora dos parênteses:

Fiquei surpreso ao ver que a Renata (minha ex-namorada) estava saindo com o Beto (meu amigo da escola, que não chegou a conhecer minha ex-namorada).

  • Pontuação dentro dos parênteses:

Fiquei irritado com aquela situação. (Não é como se eu já tivesse superado aquele acontecimento...)

Quais são as diferenças entre parênteses e colchetes?

Os colchetes ([ ]) são um tipo específico de parênteses usado em circunstâncias parecidas, mas menos comuns. Os colchetes são usados principalmente nos seguintes casos:

  • Quando houver parênteses dentro de parênteses:

Minha família é imensa e sempre viajamos juntos (na verdade, sempre que possível [o que é mais comum do que eu gostaria]).

  • Para indicar citação incompleta, havendo partes não transcritas:

Em suas palavras, aquele era “um acontecimento importante, histórico [...], mas também perigoso”.

  • Para acrescentar informação ou comentário a uma citação, que não consta no original:

Apesar de todas as denúncias, o acusado dizia não ter “participado em nada [do crime], o que gerou muita indignação.

Quais são as diferenças entre parênteses e chaves?

As chaves ({ }) são pouco usadas em textos, mas, assim como os parênteses, quando seu uso se faz necessário, também são usadas para isolar um enunciado que intercala outro enunciado. Veja a seguir seus usos mais comuns sem ser em textos:

  • Para indicar morfemas:

O verbo “gostar” é formado pelo radical {gost-}.

  • Para indicar conjuntos na Matemática:

A = {2, 4, 6, 8, 10}

Veja também: Ponto e vírgula — quais são as regras de uso?

Exercícios resolvidos sobre parênteses

Questão 1

(Cespe/Cebraspe) Uma das funções dos parênteses é a de

A) separar os diversos itens de uma enumeração.

B) imprimir a um texto um tom coloquial.

C) indicar que termos foram deslocados na oração.

D) isolar explicações, indicações ou comentários em geral.

E) caracterizar um texto como essencialmente didático.

Resolução:

Alternativa D

Os parênteses isolam enunciados que servem como explicação ou comentários gerais a respeito do enunciado fora dos parênteses.

Questão 2

(Cespe/Cebraspe — adaptado)

Em relação ao texto acima, julgue o item que se segue.

Os parênteses que isolam a expressão “que reconhece ter obrigações para com a sociedade” (L.5-6) podem ser substituídos por vírgulas, sem prejuízo para a correção gramatical do período.

( ) Certo

( ) Errado

Resolução:

Certo.

Apesar da escolha pelos parênteses, o autor do texto poderia ter usado vírgulas ou mesmo travessão para isolar o trecho dentro dos parênteses.

Por Guilherme Viana

Você pode se interessar também

Português

Ponto de exclamação | Ensino Fundamental I

Português

Ponto de interrogação (?) | Ensino Fundamental I

Português

Ponto e vírgula (;)

Português

Ponto-final | Ensino Fundamental I

Últimos artigos

Milagre econômico brasileiro

Milagre econômico brasileiro foi um período da Ditadura Militar no qual a economia brasileira apresentou grande crescimento e importantes obras públicas foram realizadas.

Manto terrestre

O manto terrestre é uma camada, constituída pelo magma, muito dinâmica da Terra. Situado entre a crosta e o núcleo, ocupa aproximadamente 84% do volume total do planeta.

Altitude

A altitude é a distância vertical entre um ponto na superfície da Terra e o nível do mar, sendo uma medida importante para a caracterização do relevo de uma área.

Área do cubo

A área do cubo é a medida da superfície desse poliedro. A área da base, a área lateral e a área total do cubo estão relacionadas à área do quadrado.