Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Uso do S ou do SS

O uso do S ou do SS é um assunto que causa muita dúvida. O S pode ter som de /S/ ou de /Z/, dependendo da palavra. Já o SS é usado apenas nos casos em que há som de /S/.

Imagem explicando o uso do S e o uso do SS. O uso de SS é mais específico que o de um S só.

O uso do S ou do SS é um assunto que causa bastante dúvida na escrita da língua portuguesa. Escrevemos com apenas um S quando estiver no começo ou no final da palavra, quando tiver som de /S/ após uma consoante e quando tiver com de /Z/ entre duas vogais. Escrevemos com SS quando tiver som de /S/ entre duas vogais.

Leia também: Quando usar a letra Z?

Quando usar o S?

A letra S pode ter som de /S/ ou de /Z/, dependendo da palavra em que aparece. Vamos conhecer alguns desses casos.

Uso do S no começo da palavra

As palavras que iniciam com som de /S/ são escritas com essa letra sozinha. Nunca haverá, na língua portuguesa, uma palavra que comece escrita com SS. Veja:

sapo

sabiá

sereia

sensato

sinônimo

singular

sofrer

sonho

suor

sublime

Uso do S no final da palavra quando não termina com Z

As palavras que terminam com som de /S/ podem terminar escritas com S ou com Z; mas nunca, na língua portuguesa, terminarão com SS. Veja casos de palavras que terminam com a letra S:

condolências

apenas

felicitações

simples

pois

mais

todos

caos

adeus

vírus

Uso do S após consoante

Se o som do /S/ aparece logo após uma consoante, então será escrito com apenas um S. Veja exemplos a seguir e observe como o S aparece depois de consoantes:

perseverança

falso

obséquio

impulso

obsoleto

bolso

absoluto

lapso

fúcsia

psicólogo

Uso do S entre vogais, quando tem som de /Z/

Se há apenas uma letra S entre duas vogais, ela tem som de /Z/. Cuidado para não confundir com palavras que são escritas com Z! Veja alguns exemplos e preste atenção às vogais que aparecem antes e depois do S:

casa

vaso

mesa

preso

analisar

liso

prosa

ambicioso

usar

difuso

Quando usar o SS?

Já o SS é usado apenas nos casos em que há som de /S/. Seu uso é muito mais restrito.

Uso do SS entre vogais quando tiver som de /S/ que não é escrito com Ç

A palavra pode ser escrita com SS quando o som de /S/ estiver entre vogais e não for escrito com Ç. Há casos específicos de formação de palavras que justificam esse uso com SS. Veja alguns exemplos:

dissimulado

recesso

impressão

transgressão

pressa

interesse

assim

possível

processo

pessimista

Veja também: Quais são os diferentes sons da letra X?

Exercícios resolvidos sobre o uso do S ou do SS

Questão 1

Sabendo que as lacunas das palavras a seguir têm som de /S/, assinale a alternativa em que a lacuna é corretamente preenchida por um S só (e não por SS).

A) Bol__a

B) Po__ibilidade

C) Expre__ão

D) Ace__ar

Resolução:

Alternativa A

A grafia da palavra é “bolsa”. Nas demais alternativas, usamos SS: possibilidade, expressão e acessar.

Questão 2

Assinale a alternativa em que a grafia das palavras sublinhadas está correta.

A) Dizem que salssicha não faz bem à saúde.

B) Maria asou um bolo para comermos.

C) Felipe estava muito ansioso com a prova.

D) O filme da boneca fez muito suceso.

Resolução:

Alternativa C

Nas demais alternativas, a grafia adequada é: salsicha, assou e sucesso.

Fontes

AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Parábola, 2021.

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 38ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2020.

CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 7ª ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2016. 

Por Guilherme Viana

Você pode se interessar também

Português

As letras e os sons das palavras

Português

Cedilha (Ç) | Ensino Fundamental I

Português

Consoantes

Português

Curiosidades sobre a cedilha

Últimos artigos

Folclore brasileiro

O folclore brasileiro é o rico conjunto de manifestações de nossa cultura. Mitos, lendas, danças, músicas, brincadeiras e festas populares fazem parte dele.

El Niño

O El Niño é um fenômeno descrito pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, provocando chuvas volumosas no Sul do Brasil e secas severas no Norte e no Nordeste.

Bicho-papão

Bicho-papão é uma lenda presente no folclore brasileiro que fala de um monstro que sequestra e devora crianças desobedientes. Foi influência portuguesa em nossa cultura.

Queda da Bastilha

A queda da Bastilha foi um acontecimento marcante que se passou em 14 de julho de 1789, marcando o início da Revolução Francesa.