Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Elementos da textualidade

Você sabe por que a textualidade é tão importante na construção de um discurso? Clique e confira muito mais acerca desse elemento!

Ao conjunto de elementos que corroboram para a clareza e precisão da mensagem dá-se o nome de textualidade Ao conjunto de elementos que corroboram para a clareza e precisão da mensagem dá-se o nome de textualidade

Sem dúvida, a palavrinha “textualidade” lhe chamou a atenção, não é verdade? Sim, textualidade... Tal palavra parece nos dar uma noção relacionada a “texto”, que por mais que ele (o texto) seja considerado uma unidade mínima de significado, a mensagem nele retratada deve estar sempre clara, objetiva e precisa. Pois bem, para que um texto seja constituído de textualidade,  ele, necessariamente, deve dispor de todos os elementos que participam desse aspecto, caso contrário será apenas um emaranhado de palavras desconexas e sem sentido.

Partindo desse princípio, além daqueles conhecimentos relacionados aos fatos gramaticais, haja vista que se trata da modalidade escrita da linguagem, para que realmente a textualidade se manifeste, alguns elementos são considerados indispensáveis. Dessa forma, achamos por bem deixá-lo(a) informado(a) acerca desses elementos para que no momento em que estiver redigindo, você se lembre deles e, sobretudo, coloque-os em prática, sim?


A textualidade se demarca pela reunião de alguns elementos, postos em prática na escrita

* Clareza – Parece que quando nos atemos a tal elemento, o próprio nome já nos diz tudo, haja vista que um texto para ser claro, coerente e coeso, torna-se necessário que as ideias estejam bem dispostas, ordenadas entre si e, sobretudo, concisas. Por isso, evite rodeios naquilo que você pretende dizer, seja objetivo e vá direto ao ponto;

* Expressividade – Essa concepção mantém uma estreita relação com a forma pela qual o emisssor opta para proferir uma determinada ideia, por isso, a escolha das palavras, que tudo tem a ver com seus conhecimentos linguísticos, é essencialmente importante.  Daí a necessidade de usar sempre a voz ativa em vez da passiva; ter o máximo de cautela na escolha dos adjetivos e dos advérbios, bem como optar pelo uso dos substantivos concretos em detrimento dos abstratos;

* Ordem diretaA ordem direta diz respeito àquela colocação que o emissor opta por usar o sujeito + predicado + complemento (quando houver), haja vista que por meio dessa ordem, a mensagem se torna mais clara e mais precisa, por exemplo: A garota chegou sorridente (ordem direta =  sujeito + predicado + complemento). Caso contrário, a mensagem não se apresentaria assim tão clara, como podemos constatar em: sorridente chegou a garota.

* Simplicidade -  Acerca de tal elemento equivale afirmar que ser simples não é fazer uso de colocações típicas da oralidade, mostrar-se simples, ao contrário, é escolher as palavras adequadas para compor o discurso, de modo a repassar a mensagem ao interlocutor da melhor forma possível, tendo em vista a necessidade da clareza e da precisão.

* Originalidade  -  Tem-se que ser original é ser simples, ou seja, dizer aquilo que se pretende de forma direta, sem precisar recorrer ao uso de palavras rebuscadas, difíceis, somente na intenção de deixar nosso discurso mais bem elaborado. Não, não precisamos recorrer a tal procedimento, pois podemos passar aquilo que desejamos de forma bem mais precisa e simples, por que não?

* Por fim, a escolha das palavras, pois é por meio dessas mesmas palavras que iremos conseguir nossos reais objetivos com a mensagem que produzimos. Por isso, nada de fazer uso de clichês, modismos, lugares-comuns, enfim, formas desgastadas que em nada irão contribuir para a qualidade, para a estética do nosso discurso.

Assim, saiba que essas colocações são apenas um auxílio no sentido de fazer com que você se posicione da melhor forma possível nesse momento tão importante, que é o da escrita, mas temos a certeza de que, ciente delas, fará muito mais para que seu discurso atinja os propósitos a que você se prontifica ao escrever acerca de um determinado assunto.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Aprendendo a escrever corretamente

Português

Aprendendo a usar corretamente alguns termos

Português

Intertextualidade

Português

Linguagem conotativa e denotativa

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.