Qual matéria está procurando ?

Matemática

Matemática

Aplicando seu dinheiro

Conheça um dos objetivos de um banco.

O banco possui diversas funções no cotidiano O banco possui diversas funções no cotidiano

Antes de surgir o dinheiro, as pessoas realizavam trocas de produtos e objetos. Após o seu surgimento, as mercadorias passaram a ser compradas e vendidas, dando origem ao comércio. As movimentações de dinheiro entre as pessoas constituíam uma fonte de renda utilizada pela maioria. Atualmente, essas movimentações ainda continuam, mas em certas situações, temos algo bem interessante, a troca de dinheiro por dinheiro.

Os bancos surgiram no passado com o objetivo de guardar o dinheiro das pessoas com segurança, as quais pagavam pequenas taxas pelo serviço. Com o passar do tempo, eles começaram a oferecer juros às pessoas, que funcionam da seguinte forma:
A pessoa realiza uma aplicação, isto é, empresta ao banco uma determinada quantia e após um determinado tempo, recebe a mesma quantia acrescida de um valor extra.

Esse valor extra é calculado por meio de um número na forma de porcentagem. Se aplicarmos um valor de R$ 50,00, sob uma taxa de 3% mensal, iremos receber após um mês, o valor de:

O banco devolverá o valor de R$ 50,00 acrescidos de R$ 1,50, isto é, o total de R$ 51,50. Esse valor de R$ 1,50, acrescido ao valor de R$ 50,00 é denominado de juros.


A maioria das pessoas gostam de aplicar dinheiro. O pai de Sandra é uma dessas pessoas, pois ele investiu em um banco, a quantia de R$ 4 500,00 a uma taxa de juros de 2%. Calcule o valor do dinheiro retirado.




O dinheiro retirado após um mês será de R$ 4 500,00 + R$ 90,00 = R$ 4 590,00.

 

Por Marcos Noé
Matemático
Escola Kids
 

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Matemática

Como calcular porcentagens com calculadora

Matemática

Cálculo do desconto numa compra à vista

Matemática

Diferenças entre função e equação

Matemática

Juros simples

Últimos artigos

Epiglote

Epiglote é uma estrutura cartilaginosa que atua como uma válvula. Essa válvula se fecha durante o ato de engolir, impedindo que o alimento entre na via respiratória.

Héstia

Héstia era uma divindade presente nos mitos gregos, considerada a personificação da lareira. Era a deusa do lar, da hospitalidade e da vida doméstica.

Papiro

Papiro é uma planta aquática que era encontrada ao longo do rio Nilo e utilizada para a fabricação de uma superfície para registro de textos.

Hades

Hades era um dos deuses mais tradicionais de toda a mitologia grega, conhecido como senhor do submundo, local para onde iam as almas dos mortos para os gregos.