Qual matéria está procurando ?

História

História

O Período Populista e as Alterações Culturais do Brasil

Durante o Período Populista o Brasil passou por inúmeras transformações no âmbito cultural que mudaram a cara da cultura brasileira do século XX.

O populismo foi uma fase da história política nacional conhecida pelo crescimento das cidades brasileiras, a modernização da nossa economia e o desenvolvimento dos meios de comunicação. No desenvolver desses três acontecimentos importantes, que começaram a ser visivelmente percebidos entre as décadas de 1930 e 1960, vemos que a população brasileira sofreu importantes transformações e os governos dessa época também mudaram seu modo de relacionar com essa mesma população.

Durante essas três décadas, vemos que o rádio, os jornais e as revistas impressas tiveram cada vez mais espaço no cotidiano brasileiro. No governo do presidente Getúlio Vargas, reconhecido como um dos primeiros populistas de nossa história, vemos que os meios de comunicação foram controlados e explorados. Primeiro foram controlados porque Vargas não permitia que críticas mais duras ao seu governo fossem livremente publicadas nos jornais. Explorados porque o próprio governo colocava dinheiro em algumas empresas para que elas falassem bem dele e fizessem propaganda das suas ações positivas.

No momento em que essa imagem positiva chegava a milhares de lares brasileiros pelo rádio, jornais e revistas, os governos populistas fortaleciam uma imagem positiva e bem distante de qualquer problema a ser percebido nas suas ações. Contudo, esse domínio oficial sobre os meios de comunicação mudou bastante a partir de 1946. A partir daquele ano, o Brasil ganhou uma nova constituição e, dessa forma, a liberdade para se manifestar nesses tipos de mídia aumentou bastante.

Essa liberdade não impediu que os nossos governantes ainda utilizassem bastante dos meios de comunicação para construírem uma boa imagem deles mesmos. Mas, nessa nova situação, percebia-se uma maior abertura para que outros meios de comunicação pudessem realizar denúncias e críticas que apontassem os problemas que o país estava enfrentando. Nesse mesmo contexto, as classes médias no Brasil cresciam e os filhos dessa faixa social começavam a adentrar nas universidades. Essa situação acabou tendo uma grande importância para que novos aspectos da nossa cultura se modificassem.

A Bossa Nova surgiu como um grande ícone de modernidade e inovação no cenário musical brasileiro. Esse novo gênero musical teve grande sucesso no momento em que fazia uma criativa junção entre os elementos do samba brasileiro e do jazz norte-americano. A Bossa Nova acabou superando as fronteiras do nosso país e alcançando muito sucesso em outros países do mundo. Não por acaso, a canção “Garota de Ipanema”, grande representante da Bossa Nova, é uma das canções mais populares de toda história da música internacional.

Entrando, na década de 1950, a televisão aparece como um novo meio de comunicação destinado a mudar os hábitos da população brasileira. Mesmo não dando passos muito largos em suas duas primeiras décadas, o meio televisivo foi grande responsável pelo estouro da “Jovem Guarda”, um outro movimento musical e cultural que marcou os jovens dessa época. Nesse mesmo contexto, a produção cinematográfica teve momentos de grande prestígio com a existência de produtoras de cinema nacional, como a Vera Cruz e a Atlântida, que marcam época nas grandes telas.

Adentrando a década de 1960, que marca o fim do período populista, vemos que nosso quadro cultural passava por ricas mudanças. As questões políticas e sociais passavam a ter maior visibilidade com os primeiros passos da canção de protesto, o desenvolvimento do “Cinema Novo”, as propostas do “Teatro do Oprimido”. A contestação e a crítica ganhavam novos ares que atestavam a rica experimentação que começava a se desenhar naquela nova década.

Contudo, foi nessa mesma década que o populismo entrou em crise e os setores militares tomaram conta do governo através do golpe realizado no ano de 1964. Com o passar do tempo, as liberdades foram novamente restringidas e o direito de manifestação no campo das artes e da comunicação voltou a sentir novo controle do governo. Desse modo, encerrou-se toda uma época que transformou, de vários modos, a cara da cultura brasileira do século XX.

 

  

Por Rainer Gonçalves Sousa
Colaborador Escola Kids
Graduado em História pela Universidade Federal de Goiás - UFG
Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás - UFG

  

Samba, jazz e novas ideias: os jovens do período populista inovando na música. Samba, jazz e novas ideias: os jovens do período populista inovando na música.
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

História

Aspectos Culturais do Brasil na Era Vargas

História

Brasília – Capital do Brasil

História

Ditadura Militar no Brasil

História

Governo Juscelino Kubitschek

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.