Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Fatores que influenciam o clima

Conheça os principais fenômenos atmosféricos responsáveis por alterar o clima dos lugares.

por Amanda Gonçalves Ribeiro
As formas de clima e de tempo variam de acordo com os lugares As formas de clima e de tempo variam de acordo com os lugares

Você já reparou que o clima quase nunca é o mesmo em lugares distintos? Por qual razão que, por exemplo, a região Sul do Brasil costuma ser mais fria do que a região Centro-Oeste? E por que o clima da região dos Alpes Suíços é tão frio e o deserto do Saara é tão quente?

Afinal, por que o clima não pode ser sempre o mesmo nos diferentes pontos da Terra?

A explicação para a ocorrência de diversos tipos climáticos no nosso planeta é o fato de o clima ser influenciado por uma combinação entre vários fatores. Dessa forma, podemos concluir que à medida que esses fatores se modificam, o clima de cada região também se altera.

Os principais e mais importantes fatores climáticos são: as altitudes, as latitudes, a continentalidade e maritimidade, as formas de relevo, as vegetações, as correntes marinhas e as massas de ar.

Esses elementos climáticos são chamados de Fenômenos Atmosféricos, pois eles ocorrem na atmosfera terrestre, ou seja, na camada de ar imediatamente acima da superfície. Vamos agora conhecer um pouco sobre cada um deles:

Altitudes: as altitudes interferem no clima porque, quanto mais alto, menos denso é o ar e, portanto, mais frio ele se torna. Com isso, as temperaturas tendem a abaixar. Por outro lado, quanto mais próximos estamos do nível do mar, maiores costumam ser as temperaturas.

Um exemplo de região com elevada altitude e que faz muito frio são os Alpes, uma cadeia de montanhas localizadas na Europa.

Latitudes: as latitudes definem o quanto estamos próximos ou distantes da Linha do Equador, um traçado imaginário que “corta” a Terra ao meio no sentido horizontal. Portanto, quanto mais próximos estamos dessa linha (ou seja, quanto menores forem as latitudes), mais calor costuma fazer. Por outro lado, quanto mais longe estamos dessa linha (latitudes menores), maior é o frio.

Isso explica por que o Polo Norte e o Polo Sul estão congelados. A região Sul do Brasil, por apresentar maiores latitudes, costuma ter menores temperaturas médias ao longo do ano.

Maritimidade e continentalidade: você já reparou que a água demora mais para esquentar no sol do que o chão? Isso porque a água conserva a sua temperatura por mais tempo que o solo, que se aquece e se resfria muito rápido. Dessa forma, não é difícil imaginar que a proximidade e a distância de um lugar em relação ao mar influenciam o seu clima.

Quanto mais próxima do mar uma localidade se encontra (maritimidade), menores costumam ser as variações de temperatura; quanto mais distante do mar (continentalidade), maiores são as variações térmicas.

Relevo: o relevo interfere no clima mais do que você pode imaginar. As regiões mais altas, como já falamos, costumam ser mais frias. Mas, além disso, essas zonas ajudam a “rebater” a umidade proveniente de outros lugares, impedindo que elas cheguem a certos lugares, que passam a ficar mais secos.

Um exemplo disso é o deserto do Atacama, no Chile. A Cordilheira dos Andes não deixa que os ventos carregados de umidade cheguem até essa região, fazendo com que ela transforme-se em um dos desertos mais áridos do planeta.

Vegetação: as florestas e demais formas de vegetação ajudam a absorver o calor proveniente da radiação solar, amenizando o aquecimento. Além do mais, através da evapotranspiração, elas ajudam a aumentar a umidade do ar, provocando mais chuvas. Esse é um dos motivos de ser necessária a correta preservação de nossas florestas!

Correntes marinhas: as alterações das temperaturas das correntes marinhas também interferem no clima. Quando elas são mais quentes, evaporam mais e aumentam a umidade e a temperatura em regiões costeiras. Quando elas são mais frias, provocam a queda da temperatura dessas regiões, além de “puxar” a umidade de outros lugares, que acabam ficando com menos chuvas.

Massas de ar: há diversas camadas de ar sobre a Terra, que existem graças às diferenças da intensidade da luz solar ao longo do globo terrestre. Assim, as massas de ar (que ora são frias, ora são quentes, ora são úmidas e ora são secas) interferem diretamente sobre o clima onde elas passam. O encontro entre duas massas de ar é chamado de Frente de Ar.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Você pode se interessar também

Geografia

Continentalidade e maritimidade

Geografia

Zonas térmicas da Terra

Geografia

Desertos

Geografia

A relação entre altitude e clima

Não encontrou o
conteúdo ou matéria
que queria?

Mande seu questionamento, dúvidas ou sugestões para a equipe do Escola Kids que está pronta pra te ajudar.

Saiba mais

Últimos artigos

Acentuação gráfica

As regras de acentuação gráfica são fundamentais não apenas para a escrita correta das palavras, mas também para sua pronúncia.

Diferenças entre mitose e meiose

As diferenças entre mitose e meiose são muitas, mas podemos destacar o número de células-filhas e a quantidade de material genético nas células.

Tragédia em Brumadinho

A tragédia em Brumadinho ocorreu em decorrência do rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração pertencente à Vale. Casas foram destruídas e muitas pessoas morreram.

Francisco Franco

Francisco Franco foi um general espanhol que liderou um golpe contra o governo republicano da Espanha. Implantou uma ditadura que se estendeu por quase quatro décadas.