Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Diferença entre furacão e tornado

Você sabe a diferença entre furacão e tornado? Confira essa e outras curiosidades sobre esses fenômenos atmosféricos!

Afinal, como saber se um determinado lugar foi atingido por um tornado ou por um furacão? Afinal, como saber se um determinado lugar foi atingido por um tornado ou por um furacão?

Furacões e tornados... quando um desses e outros nomes semelhantes surgem nos noticiários, sabemos que não vem notícia boa. Afinal, eles provocam fortíssimos ventos que são capazes de derrubar árvores e casas, arrastar pessoas e animais, destruir cidades inteiras e deixar um grande rastro de destruição!

Mas, afinal, qual é a diferença entre furacão e tornado?

A diferença entre tornado e furacão encontra-se na intensidade, velocidade e área de abrangência. Em sentido figurado, podemos imaginar os furacões como grandões e “lentos”, enquanto os tornados seriam menores e mais rápidos.

Os furacões – que, quando ocorrem na região leste do Oceano Pacífico, são chamados de Tufões – são grandes colunas de ar giratório, com ventos que atingem geralmente mais que 120 km/h e um diâmetro que pode alcançar incríveis 400 km de extensão!

Só é possível ver um furacão inteiro, do início ao fim, por meio de imagens de satélite, tal qual a figura abaixo. Olhando de perto, só tem como ver uma parte dele.


Os furacões e os tufões atingem áreas muito maiores que as dos tornados

Já os tornados são bem menores, pois possuem, em média, uns dois quilômetros de diâmetro, e podem ser vistos inteiramente se olharmos de perto (observe a imagem a seguir). Os seus ventos, no entanto, são mais destrutivos, pois podem alcançar velocidades superiores a 500 km/h, embora possa haver alguns mais lentos.


Os tornados são menores, mas possuem ventos muito mais fortes que os dos furacões

Além dessas diferenças, destaca-se que os furacões surgem nos oceanos e, às vezes, atingem os continentes. Os tornados, ao contrário, surgem nas áreas continentais, pois, quando se formam nos oceanos, são chamados de trombas d'água.

Vale lembrar, por fim, que os tornados e furacões são classificados como tipos de ciclones tropicais, que são aqueles que se manifestam entre o Trópico de Câncer e o Trópico de Capricórnio. Além deles, podem existir também os ciclones extratropicais, que também podem ser muito fortes e rápidos.

No Brasil, é mais comum a presença de tornados, e não de furacões, e eles ocorrem principalmente na região sul, afetando em maior grau o estado de Santa Catarina. Existem vários casos de cidades ou partes delas sendo profundamente afetadas pelos fortes ventos dos tornados, pois, como são mais fortes que os furacões e tufões, podem causar mais estragos, mesmo que esses danos sejam em uma área menor.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

A diferença entre Tempo e Clima

Geografia

Ciclone

Geografia

Furacões

Geografia

Imigração haitiana no Brasil

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.