Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Lixão e seu impacto na natureza

Aprenda mais sobre o lixão e seu impacto na natureza e entenda a importância da utilização de outras formas de descarte do lixo.

O lixão pode ser definido como um local onde o lixo é depositado sem nenhum tipo de cuidado. Isso significa que esses locais tornam-se grandes depósitos a céu aberto com os mais variados produtos, desde o lixo residencial, como restos de comida, até o lixo hospitalar, com seringas e outros produtos contaminantes. Vale destacar que o lixo hospitalar não deve ser descartado nos lixões. Entretanto, em muitos locais, essa não é a realidade, e esses produtos são lançados de maneira indiscriminada no ambiente.

→ O lixão causa danos ao meio ambiente?

Como foi dito, existem diferentes tipos de materiais no lixão, que são colocados em uma área aberta sem nenhuma análise prévia de seus riscos. Com isso, fica claro que esse material descartado pode conter substâncias que fazem mal para o meio ambiente e até mesmo para os seres humanos.

Entre os principais danos ao meio ambiente, podemos citar:

  • Contaminação do solo: A matéria orgânica em decomposição (como os restos de comida), os produtos com substâncias tóxicas e os organismos causadores de doença podem tornar o solo contaminado. Imagine, por exemplo, que as fezes de uma pessoa infectada por uma verminose foram lançadas diretamente no solo sem nenhum tipo de cuidado. Os vermes contidos nas fezes podem, então, ficar naquele local, contaminando-o.

  • Contaminação do lençol freático: O lixo, ao se decompor, forma uma substância escura e de odor desagradável chamado chorume. Nos lixões, esse líquido é produzido naturalmente e pode contaminar a água subterrânea, tornando-a imprópria para o nosso uso.

  • Produção de gases tóxicos e malcheirosos: A decomposição do lixo produz gases que podem também causar danos à saúde. Esses gases podem provocar focos de incêndio que soltam fumaça tóxica.

  • Atração de animais que transmitem doenças: O lixo é um local ideal para a sobrevivência de animais como baratas e ratos. Além disso, o material descartado nos lixões pode acumular água e, consequentemente, virar um criadouro para mosquitos, como o Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como dengue e zika.

→ O problema do lixão é apenas ambiental?

Os lixões são muito mais que um problema ambiental. Esses depósitos de lixo também constituem um problema social, uma vez que várias pessoas vivem nessas áreas e fazem do lixo uma forma de conseguir dinheiro para a sua sobrevivência e de suas famílias. Como vimos, infelizmente, o lixo ameaça a vida dessas pessoas, pois elas ficam expostas a agentes causadores de doenças, gases tóxicos e materiais que podem causar acidentes, como lascas de madeira e vidro quebrado.

Leia também Coleta seletiva de lixo” e aprenda como essa atitude pode diminuir o problema do lixo no planeta.


Por Ma. Vanessa dos Santos

O lixão atrai muitos animais que podem transmitir doenças O lixão atrai muitos animais que podem transmitir doenças
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Tempo de decomposição do lixo

Ciências

Saneamento básico

Ciências

Coleta seletiva de lixo

Geografia

Política dos 3Rs

Últimos artigos

Dízima periódica

Uma dízima periódica é um número que possui sua parte decimal infinita e periódica

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.