Mario Quintana

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Mario Quintana Mario Quintana escreveu vários livros, sendo que alguns títulos foram dedicados ao público infanto-juvenil *
PUBLICIDADE

Você gosta de Literatura? Para alegrar o seu dia, o Escola Kids traz para você a história e um pedacinho da obra de um dos poetas mais queridos do Brasil: Mario Quintana.

Mario Quintana nasceu em uma cidade chamada Alegrete, no interior do Rio Grande do Sul, no dia 30 de julho de 1906. Ele era conhecido por ser um grande poeta e, ao mesmo tempo, sempre foi lembrado por fazer versos sobre coisas simples do nosso dia a dia. Com seu enorme bom humor, Quintana escreveu vários poemas e contos, alguns bem engraçadinhos e muitos outros dedicados às crianças. No dia 05 de maio de 1994, na cidade de Porto Alegre, aos 87 anos, o poeta faleceu. Escolhemos alguns poeminhas de Mario Quintana para você conhecer e encantar-se por esse que é um dos nossos melhores poetas. Boa leitura!

Recordo ainda… E nada mais me importa…

Aqueles dias de uma luz tão mansa

Que me deixavam, sempre, de lembrança

Algum brinquedo novo a minha porta…

Mas veio um vento de desesperança

Soprando cinzas da noite morta!

E eu pendurei na galharia torta

Todos os meus brinquedos de criança…

Estrada afora após segui… Mas, aí,

Embora idade e senso eu aparente

Não vos iluda o velho que aqui vai:

Eu quero os meus brinquedos novamente

Sou um pobre menino… Acreditai…

Que envelheceu, um dia, de repente!..

Mario Quintana publicou mais de vinte livros, entre eles o livro “A Rua dos Cataventos”, o primeiro de sua obra
Mario Quintana publicou mais de vinte livros, entre eles o livro “A Rua dos Cataventos”, o primeiro de sua obra

Canção da Garoa

Mario Quintana consagrou-se como um dos maiores poetas de nossa Literatura. Seus versos são de uma beleza e simplicidade únicas
Mario Quintana consagrou-se como um dos maiores poetas de nossa Literatura. Seus versos são de uma beleza e simplicidade únicas

Em cima do meu telhado,
Pirulin lulin lulin,
Um anjo, todo molhado,
Soluça no seu flautim.

O relógio vai bater;
As molas rangem sem fim.
O retrato na parede
Fica olhando para mim.

E chove sem saber por quê...
E tudo foi sempre assim!
Parece que vou sofrer:
Pirulin lulin lulin...

Poeminho do Contra

Mario Quintana morreu aos 87 anos, em Porto Alegre, cidade para onde mudou aos vinte anos de idade
Mario Quintana morreu aos 87 anos, em Porto Alegre, cidade para onde mudou aos vinte anos de idade

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!

* A imagem que ilustra o artigo foi feita a partir de capas de livros do autor.


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Avaliação

10.0

    Assuntos Relacionados

    Escola Kids