Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Asterisco

A estrelinha dos sinais gráficos: Conheça a origem, curiosidades e as funções do asterisco!

Como sinal gráfico da língua portuguesa, o asterisco possui funções gramaticais bem definidas Como sinal gráfico da língua portuguesa, o asterisco possui funções gramaticais bem definidas

 Alguns sinais gráficos da língua portuguesa costumam gerar dúvidas quanto ao seu emprego e também quanto à sua origem. Uns são mais usados, outros nem tanto. Entre esses sinais gráficos, está o asterisco, aquele que se parece com uma estrelinha. Você sabe qual é a função do asterisco na língua portuguesa? Pois saiba que ele tem várias funções, e o Escola Kids vai explicar para você como e quando utilizá-lo.

Vamos começar pela palavra “asterisco”? De onde ela surgiu? A palavra “asterisco”, assim como a maioria das palavras da língua portuguesa, é proveniente do Latim - asteriscum -, cujo significado é “estrelinha”. Viu só? Não por acaso algumas pessoas acabam usando a expressão “estrelinha” para se referir ao sinal. Talvez você não saiba, mas o asterisco tem mil e uma utilidades! Além de sua função como sinal gráfico de nosso idioma, ele é considerado um caractere curinga na informática, já que pode substituir qualquer caractere nas ferramentas de busca. Há também uma variação quanto ao seu formato: algumas formas apresentam cinco pontas, já outras, seis pontas.

Agora que você já sabe algumas curiosidades sobre o asterisco, que tal falarmos de suas funções gramaticais?

Quando utilizar o asterisco:

O asterisco é colocado depois e em cima de uma palavra do trecho para se fazer uma citação ou comentário sobre o termo em uma nota de rodapé (a nota de rodapé é uma anotação colocada ao pé de uma página de um livro, ou documento, adicionando comentário de referência ou fonte de alguma parte do texto).

Ex.: A palavra beleza é formada pelo adjetivo belo, o qual perde a vogal temática -o, acrescido do sufixo -eza*.

* O sufixo -eza é um sufixo nominal que é justaposto a um adjetivo, originando um novo substantivo.

Se o asterisco aparecer repetido três vezes, ele estará indicando uma omissão ou lacuna em um texto, especialmente quando estiver substituindo um substantivo próprio:

Ex.: O menor *** foi apreendido depois de cometer um delito.

Quando o asterisco estiver colocado antes e no alto da palavra, estará representando um vocábulo cuja existência é provável, embora não comprovada:

Ex.: Parecer, do latim *parescere.

Se estiver antes de uma frase, significa que ela é agramatical, isto é, uma frase que não respeita as regras gramaticais:

Ex.: * Professor escola na aluno o ensinou.

Agora que você já sabe as curiosidades e as funções do asterisco, falta aprender só mais uma coisa sobre esse sinal gráfico... Afinal de contas, qual é o correto, asterisco ou asterístico?

A escrita e pronúncia corretas é ASTERISCO.

Nada de falar *asterístico, certo?  



Por Luana Castro
Graduada em Letras

Por Amanda Gonçalves Ribeiro

Você pode se interessar também

Português

História da Língua Portuguesa no mundo

Português

Processo de formação das palavras

Português

Significação dos sufixos

Português

Sinais de pontuação | Ensino Fundamental I

Últimos artigos

Revolta da Armada

Revolta da Armada foi um levante armado organizado por membros da Marinha, em 1893. Esse movimento se deu pela forte oposição da Marinha a Floriano Peixoto.

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.

Guerra do Contestado

Guerra do Contestado foi um conflito que se estendeu de 1912 a 1916 e mesclou insatisfação social com messianismo religioso.

Encontro vocálico

O encontro vocálico ocorre quando uma vogal e uma semivogal aparecem uma depois da outra em uma palavra. Há três tipos de encontro vocálico: o ditongo, o tritongo e o hiato.