Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Transporte rodoviário

Conheça as principais características do transporte rodoviário e saiba quais são as suas vantagens e desvantagens.

O transporte rodoviário é sistema bastante utilizado para transporte de cargas e pessoas em todo o mundo O transporte rodoviário é sistema bastante utilizado para transporte de cargas e pessoas em todo o mundo

O transporte rodoviário é o tipo de transporte terrestre utilizado para a locomoção de cargas e pessoas por meio de rodovias e estradas, sendo essas pavimentadas ou não. Esse é o sistema de transporte mais utilizado no Brasil e um dos mais utilizados em todo o mundo, sendo responsável pelo deslocamento de uma grande quantidade de produtos e matérias-primas por intermédio de caminhões, ônibus e carros.

Uma rodovia é, por definição, um caminho público ou publicamente utilizado com o objetivo de permitir o deslocamento de veículos em áreas interurbanas, ou seja, fora do perímetro das cidades. Em alguns casos, rodovias públicas são privatizadas (vendidas para a iniciativa privada) ou concedidas para a administração de uma empresa. Assim, surgem os pedágios e cobranças que são realizados em troca dos serviços de melhoramento da própria pista.

As rodovias foram muito utilizadas ao longo da história da humanidade, principalmente pelas civilizações mais antigas, e evoluíram bastante ao longo do tempo. No entanto, na Europa dos século XVIII e XIX, elas entraram em decadência porque os veículos de tração animal que nelas circulavam não podiam competir com os trens e maquinários que circulavam nas ferrovias. Somente com a invenção e popularização dos automóveis que as rodovias tornaram-se novamente importantes para o desenvolvimento das sociedades.

Esse tipo de sistema de transporte é muito recomendado para médias e pequenas distâncias. As principais vantagens das rodovias são:

- realizam o deslocamento de ponta a ponta, ou seja, recolhem a mercadoria no local de produção e a levam até o seu destino final;

- não precisam de uma grande volume de carga para circularem, ao contrário de outros tipos que só se tornam viáveis quando a carga é maior;

- maior eficiência e agilidade no deslocamento em pequenas distâncias;

- capacidade de integração com os outros tipos de transporte, pois uma rodovia pode interligar uma ferrovia com uma hidrovia, por exemplo.

- possui um menor custo de construção, embora os gastos com a sua manutenção sejam maiores.

Por outro lado, é preciso considerar também as desvantagens das rodovias, que se manifestam principalmente quando as distâncias de deslocamento são maiores. Tais desvantagens são:

- maior custo de manutenção, pois as rodovias precisam ser sempre refeitas ou reparadas;

- mais gastos para o deslocamento, quanto há grandes cargas;

- menor capacidade de carga, pois um caminhão opera com uma quantidade muito inferior à de um trem de ferro ou de um barco ou navio;

O transporte rodoviário no Brasil é predominante sobre os demais sistemas, o que representa uma grande contradição, pois, como já dissemos, esse meio é mais recomendado para pequenas e médias distâncias, e o nosso país possui uma área muito grande. O ideal seria, na verdade, que houvesse uma integração completa das rodovias brasileiras com os demais tipos de transporte, principalmente as ferrovias.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

Meios de transporte | Ensino Fundamental I

Geografia

Transportes terrestres

Últimos artigos

Nomadismo

O nomadismo é um estilo de vida em que os seres humanos não possuem residência em um local fixo, mudando-se de tempos em tempos de acordo com sua necessidade.

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.