Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Rio Nilo

O rio Nilo configura-se como um dos maiores mananciais de água do mundo, com extensão de quase 7000 m, assume extrema importância no continente africano. Historicamente várias sociedades fizeram e fazem uso do Nilo, são 10 países por onde seu curso passa e diversas cidades que possuem suas atividades econômicas e sociais ligadas a ele.

O Grande Rio, como é chamado pelos egípcios, assume outras etimologias, de outros povos, sendo assim, também são diversas as suas caraterísticas econômicas e de uso. Em seu curso, encontram-se cataratas e barragens e desenvolvem-se atividades econômicas, como a agricultura, a pecuária, o abastecimento de cidades, o turismo e a pesca, e a geração de energia elétrica. O Nilo configura-se como o maior e mais importante rio do cenário da África e do mundo, na atualidade.

Leia também: Quais são os países que constituem o continente africano?

Rio Nilo ? Egito.
Rio Nilo – Egito.

Informações gerais sobre o rio Nilo

  • Comprimento: considerando-se a nascente do Nilo ao sul de Uganda, seu comprimento chega a 6850 km, porém há controvérsias sobre seu tamanho oficial, alguns estudiosos apontam, por exemplo, o comprimento de 6670 km. Técnicas modernas de sensoriamento remoto estão sendo usadas por pesquisadores em hidrografia para chegar-se a um consenso sobre esse dado.
  • Posição: a posição do Nilo é a norte–sul, nascendo na região do planalto dos Grandes Lagos, com sua nascente principal em Uganda e sua foz no mar Mediterrâneo, no Egito.
  • Nascente: o Nilo possui suas principais nascentes na região dos Grandes Lagos — o lago Vitória, em Uganda, e o lago Tana, na Etiópia. Uma nascente em Ruanda está sendo considerada para integrar o rio, podendo ser a mais distante, mais ao sul.

  • Caudal médio: o Nilo possui uma vazão pequena, apesar de ser um dos principais rios do mundo, 3100 m³/s. A fim de comparação, o Amazonas possui um caudal médio anual de 209.000 m³/s.
  • Foz: a foz do Nilo é a maior do mundo, e o encontro desse rio com o mar forma o maior delta do mundo. A foz em delta é semelhante a um triângulo, no caso do rio Nilo, ela possui cerca de 160 km de comprimento e cerca de 250 km de largura.
  • Área da bacia: o Nilo é um rio que ocupa uma área de 3.349.000 km², alcançando o território de 10 países, e é encontrado no nordeste do continente africano.
  • Delta: é um tipo de foz dos rios, ocorre em áreas de planícies, pois sua forma é semelhante a raiz de uma planta, no encontro do rio com o mar. A foz em delta é semelhante a um triângulo, no caso do rio Nilo, ela possui cerca de 160 km de comprimento e cerca de 250 km de largura. 
Delta do rio Nilo – mapa histórico do Egito.
  • Países: por tratar-se de uma das maiores bacias hidrográficas do mundo, o Nilo passa por 10 países, sendo eles: Burundi, Etiópia, Egito, Quênia, República Democrática do Congo, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Uganda.

Etimologia

Além de possuir importância significativa para aspectos econômicos e sociais, o rio Nilo tem sua formação etimológica ligada a diversas culturas dos povos antepassados. O nome Nilo tem sua origem relacionada aos egípcios, gregos e hebreus.

O nome desse rio está associado a diferentes culturas e significados. Os egípcios chamavam-no de Itéru (itrw), que significa “grande rio”, por ter um curso de água volumoso, extenso e largo, mais tarde, essa palavra ganharia outra forma, eior. Para os árabes, o rio era conhecido por nahrun, “rio”, e nilo, “negro”. Para os sânscritos, nil significa “azul” ou qualquer referência a essa coloração.

Portanto, o nome desse importante rio carrega a simbologia de ser grande, azul, volumoso e de grande poder, pois foi o que ele representou historicamente aos povos que habitavam seu leito.

Veja também: Rio Tietê – importante rio do estado de São Paulo

Características do Nilo

  • Bacia: o Nilo tem sua origem na junção dos rios Nilo Branco, Nilo Azul e Atbara. Trata-se de uma bacia exorréica (deságua no mar ou oceano), com curso perene (possui água o ano todo). O Nilo tem coloração mais escura, pois possui em seu curso alto teor de matéria orgânica, também conhecida como húmus. 
  • Cataratas: são consideradas quedas d’água, cachoeiras ou saltos de água. Por ser um rio com extensão territorial considerável e ter sua nascente no planalto do Grandes Lagos, é comum nele a existência de cataratas (quedas d’águas), considerando-se que o relevo é movimentado. Ao longo do curso do Nilo, várias são as cataratas existentes, porém duas destacam-se: Aswan, no Egito, e Cartum, no Sudão.
Cataratas do rio Nilo – Etiópia.
  • Barragens: ao longo do curso do Nilo, encontram-se algumas barragens. A mais importante delas está na cidade egípcia de Assuão. No final do século XIX, foi criada a primeira barragem de Assuão, alagada entre 1911 e 1934. Entre as décadas de 1950 e 1970, foi construída a barragem de Assuã, a cerca de 8 km da primeira barragem. Atualmente sua função é a geração de energia, porém suas áreas de inundação já estiveram ligadas à fertilização de terras próximas para desenvolvimento da agricultura.

Importância do Nilo

O rio Nilo possui extrema importância desde a Antiguidade, pois historicamente fez parte do desenvolvimento de várias civilizações nas suas adjacências. Por estar presente na região do deserto do Saara, também exerceu função central no desenvolvimento da agricultura, pois nas áreas próximas da sua margem encontravam-se terras férteis ou lugares onde era possível a irrigação. Além do mais, atividades da pecuária também passaram a emergir com base nele, considerando-se que então era possível ter alimentos para os animais e humanos.

O rio também foi considerado sagrado na Antiguidade pelas sociedades egípcias e teve papel fundamental na formação de diversas civilizações e outras cidades posteriormente. Os primeiros povoados e vilas são oriundos dessa lógica.

Ao considerarmos as várias cidades ao longo do seu trecho, que abrange 10 países, notamos que uma das principais funções desse rio é a econômica, em atividades como o turismo, a pesca e a navegação, desenvolvidas em várias áreas de suas margens. Outro aspecto relevante é relativo ao abastecimento, pois os egípcios contavam com o rio como fonte de água para seu povo e transporte de mercadorias para outras localidades ou sociedades.

Acesse também: Rio São Francisco – um dos principais rios brasileiros

Vista aérea de Juba, capital do Sudão do Sul, com o rio Nilo à direita.

Rio Nilo atualmente

Atualmente o rio Nilo possui importância fundamental na vida de várias sociedades, povos e etnias africanas. Trata-se de um curso d’água que faz parte das sociedades ribeirinhas e da economia dos países pelos quais ele circula.

Há, baseadas nele, atividades econômicas como agricultura e pecuária, realizadas no vale do Nilo, turismo ecológico, considerando-se sua biodiversidade e as paisagens naturais, e abastecimento de cidades próximas do seu curso. Nesse sentido, considera-se também a navegação turística ou para o transporte de pessoas, bens ou mercadorias.

Por fim, cita-se a geração de energia elétrica por meio da criação de áreas de barragens e usinas hidrelétricas, responsáveis pela criação e distribuição de energia a diversas cidades do nordeste africano.

Por Gustavo Henrique Mendonça

Você pode se interessar também

Geografia

Bacia Amazônica

Geografia

Rio São Francisco

Geografia

Bacias Hidrográficas

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.