Anêmonas-do-mar

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Anêmonas-do-mar As anêmonas-do-mar são animais marinhos
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

As anêmonas-do-mar são animais marinhos pertencentes ao Filo Cnidaria e encontrados em regiões de entremarés, recifes, costões rochosos, ilhas oceânicas e, dependendo da espécie, até mesmo em manguezais. Pertencem à classe Anthozoa e possuem corpo colunar com uma boca na extremidade superior envolta por tentáculos.

Estima-se que existam cerca de 1200 espécies conhecidas. No Brasil, esse número decai para 41 espécies diferentes. A grande maioria das anêmonas apresenta em torno de 10 centímetros de altura, mas algumas podem atingir até um metro.

Esses animais são solitários, mas algumas vezes encontramos agrupamentos de indivíduos como consequência da reprodução assexuada. Apresentam forma polipoide com uma porção fixa e o topo livre, onde se localiza a boca rodeada por tentáculos. Vale destacar que algumas espécies movem-se lentamente em busca de um local melhor para a sua sobrevivência.

Como a maioria das anêmonas-do-mar passa grande parte da vida presa ao substrato, alterações no ambiente causam sérios problemas a esses animais. A ação das ondas, mudanças das marés, assoreamento, entre outros fatores, são determinantes para garantir a sobrevivência ou não de determinada espécie.

As anêmonas-do-mar possuem tentáculos com substâncias urticantes
As anêmonas-do-mar possuem tentáculos com substâncias urticantes

As anêmonas-do-mar representam um importante elemento da cadeia alimentar marinha, sendo fundamentais, portanto, para a manutenção desse ambiente. Além de servirem de alimento, esses animais capturam presas, mesmo sendo fixos, com a ajuda de seus tentáculos, que, por sua vez, contêm uma célula que elimina uma substância irritante a qual paralisa a presa. Entre os animais que fazem parte da dieta, podemos destacar algumas espécies de peixes.

As anêmonas-do-mar podem reproduzir-se de maneira sexuada ou assexuada. Nessa última forma, pode ocorrer a formação de um novo indivíduo por meio de processos de brotamento ou fissão (ruptura), por exemplo. A reprodução assexuada é comum principalmente em locais que necessitam de um ágil repovoamento.

Curiosidade: O peixe-palhaço consegue viver em harmonia com as anêmonas. Apesar de os tentáculos das anêmonas possuírem substâncias urticantes, o peixe-palhaço não sofre nem um dano ao encostar nessa estrutura. Sendo assim, a anêmona serve de abrigo para esse pequeno vertebrado.

 

Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

-

    Escola Kids