Os sapos podem lançar veneno?

  • Atualmente 4.5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Os sapos podem lançar veneno? Os sapos possuem glândulas de veneno que atuam na sua defesa
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

É comum ouvir pessoas mais velhas dizendo que não devemos chegar perto de sapos, pois eles lançam veneno que podem causar danos à saúde. Será que essa informação é verdadeira? Será que esses anfíbios realmente lançam veneno?

A grande maioria dos sapos possui venenos em glândulas presentes em sua pele. No sapo-cururu, é possível observar claramente duas glândulas de veneno chamadas de paratoides que estão localizadas logo atrás dos olhos do animal. Essas glândulas geralmente não lançam veneno como resposta a uma aproximação. A toxina só é liberada quando a glândula é pressionada, portanto, trata-se de uma defesa passiva.

Quando o sapo é agredido, como quando um cachorro abocanha o anfíbio, as glândulas liberam o veneno no agressor. Geralmente o veneno possui toxinas que podem causar cegueira, vômitos, dores abdominais, convulsões e até mesmo a morte.

Apesar de a maioria dos sapos não apresentar o comportamento de lançar o veneno, uma espécie de sapo-cururu chamada Rhaebo guttatus possui esse hábito incomum. Essa espécie é capaz de expelir o veneno sem haver compressão de sua glândula. O jato é tão poderoso que seu veneno atinge uma distância de quase dois metros, provando que a velha história de lançar veneno não é mentirosa.

Observe a grande glândula de veneno localizada atrás dos olhos do animal
Observe a grande glândula de veneno localizada atrás dos olhos do animal

É importante dizer que o veneno dessa espécie amazônica pode causar problemas graves no sistema digestório, complicações neurotóxicas, edemas pulmonares e até mesmo a morte.

Vale frisar que não são apenas os sapos que possuem venenos, as rãs e pererecas também produzem importantes compostos tóxicos. Entre as famílias de rãs que produzem substâncias tóxicas, podemos citar a Dendrobatidae e a Atelopodidae. Em relação às pererecas, destacam-se as famílias Hylidae e Phylomedusidae.

Atenção: Muitas pessoas que não gostam desse anfíbio acabam jogando sal em sua pele. Esse processo afeta a respiração desse animal, podendo levá-lo à morte. Apesar de sua aparência não ser muito bonita, os sapos são essenciais para o ecossistema, pois controlam pragas. Sendo assim, não mate esses anfíbios, pois eles são extremamente importantes!


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

9.0

    Escola Kids