Imigração haitiana no Brasil

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Imigração haitiana no Brasil A imigração haitiana no Brasil iniciou-se em 2010 e foi motivada por instabilidades políticas, econômicas e sociais.
Por Rafaela Sousa
PUBLICIDADE

A imigração haitiana no Brasil foi proveniente do cenário social vivido no Haiti, o qual revela uma grave crise humanitária, conflitos políticos e colapso econômico. Além desse contexto, o país tem enfrentado diversas catástrofes naturais, que se intensificaram a partir do ano de 2004 e fizeram com que a Organização das Nações Unidas (ONU) intervisse no país com reforço militar.

Ainda em 2004, o Haiti sofreu com chuvas que destruíram o país, vitimando cerca de 16 mil pessoas. Como se não bastasse esse episódio, o país enfrentou também, nesse mesmo ano, o furacão Jeanne, que afetou aproximadamente 300 mil pessoas. Em 2008, o povo haitiano sofreu com os furacões Gustav e Hanna, que deixaram centenas de pessoas em situação de emergência. No ano de 2010, o Haiti foi atingido pelo terremoto mais grave da sua história, que destruiu Porto Príncipe, capital do país, deixando cerca de 220 mil pessoas mortas.

Por que os haitianos vieram para o Brasil?

Em 2010, um terremoto devastou o Haiti, vitimando milhares de haitianos.*
Em 2010, um terremoto devastou o Haiti, vitimando milhares de haitianos.*

Em 2010, o Haiti encontrou-se imerso em uma grande catástrofe natural: um terremoto de magnitude 7 na Escala Richter, com epicentro próximo à capital Porto Príncipe, atingiu o país. Esse abalo sísmico devastou o território haitiano, deixando mais de 300 mil mortos segundo revisão apresentada pelo primeiro-ministro haitiano, Jean-Max Bellerive. Conforme dados da Cruz Vermelha, cerca de 3 milhões de haitianos sofreram consequências desse terremoto.

Saiba mais: Podem ocorrer terremotos no Brasil?

O Haiti é um país que enfrenta problemas de ordem humanitária, como miséria e fome, por isso, apresenta dificuldades de reerguer-se diante de catástrofes. As tragédias naturais e as consequentes devastações associadas às crises políticas e socioeconômicas motivaram milhares de haitianos a deslocarem-se para outros países. Esperançosos de novas oportunidades de trabalho e melhores condições de vida, os haitianos escolheram o Brasil como um de seus principais destinos.

O cenário no Brasil, na época, mostrava-se bastante atraente, visto que o país sediaria a Copa do Mundo, portanto, obras para atender ao evento estavam a todo vapor. Assim, os haitianos esperavam encontrar aqui inserção no mercado de trabalho, principalmente na construção civil.

Leia mais: Imigração no Brasil

Como os haitianos chegaram ao Brasil?

Imersos em crises políticas, econômicas e enfrentando situação de miséria, muitos haitianos migraram para o Brasil à procura de melhores condições de vida.**
Imersos em crises políticas, econômicas e enfrentando situação de miséria, muitos haitianos migraram para o Brasil à procura de melhores condições de vida.**

A entrada dos imigrantes vindos do Haiti no Brasil aconteceu por meio de caminhos que perpassavam países como Equador, Peru e Bolívia. A região Norte do Brasil, principalmente o estado do Acre, constituiu porta de entrada dos haitianos no território brasileiro. O intenso fluxo migratório de haitianos através do estado do Acre afetou, principalmente, a cidade da Brasileia.

De acordo com dados da Polícia Federal, aproximadamente 72 mil haitianos chegaram ao Brasil entre os anos de 2010 e 2015. Em 2010, inicialmente, o número de imigrantes limitava-se a 595; em 2014, esse número subiu para 30 mil. Vale ressaltar que parte desses imigrantes saiu do país nesse mesmo período. Dessa forma, instalou-se aqui, em 2015, um saldo de aproximadamente 60 mil imigrantes do Haiti.

Muitas solicitações de refúgio foram feitas, porém foram recusadas por não atenderem às especificações do Conare (Comitê Nacional para Refugiados). Por meio Comissão Nacional de Imigração (CNIg), o governo brasileiro concedeu moradia aos haitianos, já que se tratava de uma questão humanitária.

Inicialmente, os haitianos fixaram-se no estado do Acre, contudo, a maioria dispersou-se por todo o território brasileiro. Grande parte dos imigrantes fixou-se nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, visando a oportunidades de emprego e melhoria nas condições de vida.

Como vivem os haitianos no Brasil?

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério do Trabalho, a participação da mão de obra dos haitianos no mercado de trabalho formal aumentou cerca de 406% entre os anos de 2011 e 2012. Entre 2012 e 2013, essa participação aumentou em 254%. Contudo, apesar de estarem empregados e trabalhando formalmente com documentação de permanência no Brasil, a inclusão desses imigrantes ficou a cargo da solidariedade de algumas instituições, como as filantrópicas.

Apesar da abertura de portas para a entrada desses imigrantes no Brasil e da possiblidade de legalização de trabalho no país, os haitianos dificilmente conseguiam um emprego regulamentado e eram, por isso, explorados. Essa contradição gerou um cenário dramático, no qual são observadas a marginalização desses imigrantes, a exploração de sua mão de obra e a intensificação dos trabalhos informais.

A falta de oportunidades e a situação de marginalidade na qual passaram a viver muitos imigrantes haitianos no Brasil fizeram com que eles começassem a buscar novas rotas à procura de melhores oportunidades. Segundo Marília Pimentel, professora da Universidade Federal de Rondônia, a crise vivida no Brasil e os problemas desencadeados por inúmeras obras inacabadas da Copa do Mundo fizeram com que muitos haitianos migrassem para outros países, como Estados Unidos, México e Chile. Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, concedeu, durante sua gestão, visto de trabalho para imigrantes, o que atraiu haitianos que estavam em situação de miséria no Brasil.

De acordo com entidades de direitos humanos, a acolhida aos imigrantes foi desorganizada por parte do governo federal. Faltou união entre as esferas municipais, estaduais e federais a fim de promover políticas integradoras que inserissem esses imigrantes ao mercado de trabalho, à vida social e cultural e aos programas de acesso à saúde e à educação.

Consequências da imigração haitiana no Brasil

A principal consequência do intenso fluxo migratório haitiano para o Brasil foi a sobrecarga sentida pelo governo do Acre. A situação foi considerada caótica, pois as cidades acreanas não tinham condições de absorver essa massa migratória que veio em busca de novas oportunidades e qualidade de vida. Essa não absorção criou um cenário de calamidade, que deixou muitos haitianos marginalizados. Além disso, essa situação afetou a vida dos habitantes locais, visto que, segundo representantes do governo acreano, faltavam alimentos e insumos básicos para sobrevivência. Essa falta de organização levou o governo acreano a fechar inúmeros abrigos e a enviar imigrantes para o estado de São Paulo.

Em meados de 2015, houve uma redução de 96% dos haitianos ilegais no Brasil, que passaram a ser atraídos por outros países, como Estados Unidos e México. O Acre deixou de ser a principal rota de entrada desses imigrantes, que encontraram em estados como o Mato Grosso do Sul uma forma de ingressar em território brasileiro. Esse novo caminho desafogou, parcialmente, os serviços públicos acreanos.

Breve histórico do Haiti

Situado na América Central, o Haiti é um país caribenho colonizado pelos espanhóis ao longo do século XV. Logo após esse período, passou a ser colonizado também pelos franceses. A presença dos colonizadores representou anos de escravidão, epidemias, exploração e dizimação do povo haitiano. A vinda de escravos para o Haiti tornou o país bastante produtivo, porém fragilizado. Esse quadro gerou inúmeras revoltas no país. A independência do Haiti ocorreu em 1804 após o exército de Napoleão ser derrotado.

As raízes coloniais instauraram em território haitiano instabilidade política e econômica, que são recorrentes até os dias de hoje. Por isso, é comum que esse país esteja em destaque por questões políticas, crises econômicas e por enfrentar tragédias naturais.

Leia também: Quais são os povos que migram para o Brasil
_____________
*Créditos de Imagem: arindambanerjee / Shutterstock
**Créditos de Imagem: arindambanerjee / Shutterstock

Avaliação

10.0

    Escola Kids