Coração dos vertebrados

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Coração dos vertebrados O coração humano é diferente do coração de peixes, anfíbios e répteis
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

O coração é um órgão importante para os animais, por impulsionar o sangue para todas as partes do corpo. Ao fazer isso, o coração garante que nutrientes e oxigênio cheguem a todas as células e que o gás carbônico e substâncias desnecessárias sejam eliminadas do organismo.

Apesar de todos os animais vertebrados possuírem coração, existem diferenças básicas entre eles. A seguir, aprenderemos a diferença entre o coração dos peixes, dos anfíbios, dos répteis, das aves e dos mamíferos.

Coração dos peixes

O coração dos peixes é o mais simples de todos os vertebrados. Ele possui apenas duas câmeras: um átrio e um ventrículo. Por esse coração, passa apenas sangue rico em gás carbônico, que segue somente uma direção, avançando desse órgão em direção às brânquias, onde é oxigenado e, então, direciona-se para todas as partes do corpo, retornando ao coração novamente rico em gás carbônico.

Coração dos anfíbios

O coração dos anfíbios apresenta-se um pouco mais complexo do que o dos peixes. Nele, são observadas três cavidades diferentes: dois átrios e um ventrículo. No átrio esquerdo, o animal recebe sangue rico em oxigênio e, do lado direito, rico em gás carbônico. O sangue rico em oxigênio vem do pulmão para o coração, e o rico em gás carbônico está vindo do restante do corpo. No ventrículo, esses tipos de sangue encontram-se, porém não há uma mistura completa dos dois.


Diferenças entre o coração dos vertebrados

Coração dos répteis

O coração dos répteis é complexo e diferencia-se em crocodilianos e não crocodilianos. Nos crocodilianos, existem quatro câmeras: dois átrios e dois ventrículos. O sangue rico em oxigênio não entra em contato com o sangue rico em gás carbônico dentro do coração, porém, isso ocorre em uma comunicação de artérias na saída desse órgão. Nos répteis não crocodilianos, por sua vez, verifica-se a presença de apenas dois átrios e um ventrículo. Essa última cavidade está apenas parcialmente dividida. Nesse caso, o encontro dos dois tipos de sangue ocorre no coração.

Coração das aves e dos mamíferos

Aves e mamíferos apresentam a mesma estrutura do coração: quatro cavidades distintas. No coração desses animais, existem dois átrios e dois ventrículos, e não acontece a mistura do sangue rico em gás carbônico com o rico em oxigênio. Do lado direito, verifica-se apenas sangue rico em gás carbônico, enquanto, do lado esquerdo, há sangue rico em oxigênio.

Veja também: Circulação dos vertebrados.

Avaliação

-

    Escola Kids