Carnes processadas e o risco de câncer

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Carnes processadas e o risco de câncer Você sabia que o bacon é um tipo de carne processada?
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

A grande maioria das pessoas adora um bom hambúrguer e um delicioso cachorro-quente, não é mesmo? Entretanto, recentemente, uma notícia desanimou os amantes desses alimentos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a carne processada como cancerígena para os seres humanos. Vamos entender melhor o que isso significa?

Afinal, o que são carnes processadas?

Mesmo consumindo esse produto em grande quantidade, a maior parte das pessoas não sabe o que é uma carne processada. Essas carnes são aquelas que sofreram modificações para que ficassem mais saborosas e pudessem ser conservadas por mais tempo. Entre as modificações que são feitas, podemos destacar a adição de sal, a secagem e a fermentação. São exemplos de carnes processadas: o hambúrguer, o bacon, o salame, a linguiça e a salsicha.

Por que esses alimentos foram classificados como cancerígenos?

A OMS estudou diversas pesquisas e percebeu que existiam provas suficientes para considerar esses alimentos como causadores de câncer. Eles estão relacionados principalmente com o câncer que atinge o intestino, mas também podem ocasionar essa doença no estômago.

Diante das evidências, as carnes processadas foram incluídas no grupo 1, que engloba aqueles produtos que são sabidamente carcinogênicos, ou seja, que se sabe com certeza que causam câncer. Essa classificação, no entanto, causou estranheza, pois o grupo é o mesmo em que está incluído o cigarro e bebidas alcoólicas. Por essa razão, algumas pessoas passaram a acreditar que as carnes processadas são tão perigosas quanto essas substâncias.

A salsicha possui produtos que melhoram seu sabor
A salsicha possui produtos que melhoram seu sabor

Mas, afinal, por que as carnes processadas estão no mesmo grupo que o cigarro?

Tanto o cigarro quanto as carnes processadas são causadoras de câncer e, por isso, foram incluídas no grupo 1. Essa classificação, no entanto, não quer dizer que ambos os produtos causam câncer na mesma intensidade.

Quando analisamos o cigarro, por exemplo, não se recomenda nenhuma dose segura, ou seja, não se deve fumar de forma nenhuma. Já com as carnes processadas, a história é outra. Acredita-se que a ingestão moderada não cause danos graves à saúde. Segundo alguns estudos, 50 gramas de carnes processadas por dia aumentam em média 18% o risco de câncer colorretal.

As carnes vermelhas também causam danos à saúde?

Não são apenas as carnes processadas que foram classificadas como perigosas. As carnes vermelhas estão classificadas no grupo 2A, que engloba produtos que provavelmente causam câncer. Apesar de menos perigosas que as carnes processadas, as carnes vermelhas também devem ser ingeridas com moderação.

Assim sendo, fica claro que uma boa alimentação é a chave para a saúde do nosso corpo. Alimente-se bem e evite alimentos que apresentam dados comprovados de risco para o nosso corpo.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

10.0

    Escola Kids