Alimento reimoso

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Alimento reimoso A palavra “reimoso” é de origem grega e pode ter mais de um significado, fenômeno esse que chamamos de polissemia
Por Amanda Gonçalves Ribeiro
PUBLICIDADE

“Menino, não come carne de porco porque é muito 'reimosa'!”

Você já ouviu sua mãe ou seu pai dizerem isso? Se nunca ouviu, provavelmente você não sabe o que é um alimento reimoso. Algumas pessoas dizem “remoso”, sem o “i”, mas o significado é o mesmo. Entenda essa curiosidade linguística!

Bom, por incrível que pareça, estamos sim falando de língua portuguesa. Para você que não sabe o que é um alimento reimoso, trata-se de alimentos com alta concentração de proteína e gordura animal, como carne de porco e de pato, camarão, caranguejo, moluscos e ovos. Algumas frutas cítricas, apesar de não terem proteína animal, são consideradas “frutas reimosas”. Os alimentos reimosos possuem má fama, pois muitos acreditam que eles desencadeiam reações alérgicas como coceiras, diarreia e intoxicações mais graves. Contudo, não há comprovação científica sobre a vilania desses alimentos.

O termo “reimoso” é utilizado em várias regiões do Brasil, especialmente na região Nordeste. Mas de onde vem essa palavra engraçada? “Reima” é uma variação da palavra grega “reuma”, que deu origem a outras palavras, entre elas, a palavra “reumatismo” (doença que provoca dores intensas nas articulações dos músculos e até mesmo nas vísceras). O mais curioso é a característica polissêmica da palavra, que pode nomear os alimentos dos quais falamos anteriormente, assim como fazer referência a pessoas mal-humoradas e rabugentas. Portanto, se alguém disser que você é um “sujeito reimoso”, não quer dizer que você seja um indivíduo com alta concentração de gordura, mas também não se trata de nenhum elogio!


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Avaliação

10.0

    Escola Kids