Sistema nervoso periférico

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Sistema nervoso periférico O sistema nervoso pode ser classificado em duas porções: sistema nervoso central e sistema nervoso periférico
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

O Sistema Nervoso (SN) é responsável por receber, interpretar e enviar estímulo às diversas partes do nosso corpo. É por causa dele que conseguimos perceber o mundo ao nosso redor: vendo, ouvindo, tocando e sentindo o meio ambiente.

O SN é formado pelo tecido nervoso, no qual se destacam as células conhecidas como neurônios. Essas células (os neurônios) são responsáveis pela propagação do impulso nervoso, o qual garante a transmissão de informações pelo organismo. Vale salientar que não são apenas encontrados neurônios no sistema nervoso, pois existem também outros tipos celulares conhecidos como células da glia.

De uma maneira geral, podemos classificar o sistema nervoso em duas porções: Sistema Nervoso Central (SNC) e Sistema Nervoso Periférico (SNP). O SNC é constituído pelo encéfalo e pela medula espinal, e o SNP é constituído pelos nervos e gânglios.

→ Sistema Nervoso Periférico

O SNP apresenta a função de levar informações para o SNC e de transmitir as respostas geradas no SNC para o órgão ou tecido adequado. Esse sistema é formado pelos:

Parte dos nervos origina-se na medula e outra parte deles surge do encéfalo
Parte dos nervos origina-se na medula e outra parte deles surge do encéfalo

  • Nervos: Os nervos são feixes de fibras nervosas que estão envolvidas por tecido conjuntivo. Essas fibras nervosas são formadas por axônios (prolongamento do neurônio) e pelas bainhas que os envolvem. Por causa da presença dessas bainhas envoltórias, os nervos possuem coloração branca.

    Os nervos podem apresentar fibras aferentes e eferentes. As fibras aferentes garantem que as informações captadas no interior do nosso corpo e no meio ambiente sejam levadas para os centros nervosos. Já as fibras eferentes fazem o caminho inverso e garantem que os impulsos nervosos sejam levados dos centros nervosos para os órgãos efetores. Os nervos que possem apenas fibras aferentes são denominados de sensoriais, e aqueles que apresentam apenas fibras eferentes são chamados de motores. Vale destacar ainda que existem nervos mistos, que possuem os dois tipos de fibras.

    No total, temos 31 nervos espinhais e 12 nervos cranianos. Os nervos espinhais estão interligados à medula espinal, como o próprio nome indica, e os nervos cranianos são aqueles que fazem conexão com o nosso encéfalo.

  • Gânglios: são acúmulos de neurônios que estão localizados fora do sistema nervoso central. Normalmente, os glânglios possuem formato arredondado e são envolvidos por cápsulas. Eles estão associados aos nervos.

→ Divisão do Sistema Nervoso Periférico

Os nervos eferentes podem levar informações para diferentes partes do corpo e é por isso que dizemos que o SNP possui dois componentes eferentes: o sistema motor e o sistema nervoso autônomo. O sistema motor é aquele que apresenta nervos que transmitem informação para os músculos esqueléticos. Já o sistema nervoso autônomo controla músculos lisos, cardíacos e glândulas e divide-se em simpática, parassimpática e entérica. Essas divisões, juntas, atuam no controle de vários sistemas do corpo, como o cardiovascular e o endócrino.

Avaliação

-

    Escola Kids