Significação dos sufixos

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Significação dos sufixos O sufixo é usado para formar palavras, indicando sua flexão e classe gramatical, mas também pode indicar afeto, ironia e crítica
PUBLICIDADE

Toda palavra pode ser dividida em unidades menores (morfemas), mas só recebem essa classificação as unidades mínimas que tenham significado. Os afixos (prefixos e sufixos) são exemplos de morfemas. Eles são usados para formar novas palavras. A diferença entre o prefixo e o sufixo encontra-se na posição que ocupam na palavra. Os prefixos são colocados antes do radical (parte da palavra que contém o seu significado), e os sufixos, depois. 

O processo formador de palavras que utiliza prefixos é chamado de prefixação, já o que utiliza sufixos é chamado de sufixação. Entretanto, será que os prefixos e sufixos só trazem informações morfológicas ou podem relacionar-se com a questão semântica (significado)? Acompanhe os exemplos:

  • O ser humano, muitas vezes, percebe-se inútil diante dos problemas.
  • Meu amorzinho é tão lindinho, que deixa meu coraçãozinho felicíssimo.
  • Seu vestidinho está meio fora de moda.
  • Tira essa criançada daqui que quero sossego!
  • Criançada, brinque a vontade que é o seu dia.

No exemplo I, há a presença do prefixo na palavra inútil. Ao serem usados, os prefixos modificam o sentido da palavra, já que há diferenças enormes de significado entre alguém ser útil ou inútil. No entanto, em geral, não variam para atender à necessidade ou à intenção comunicativa do falante, ou seja, não há a necessidade de entender a situação para interpretar o que está sendo dito.

Nos exemplos II, III, IV e V, é possível perceber que o sufixo está presente em todos os enunciados, mas será que, em todos, ele está cumprindo uma das suas principais funções, que é indicar o grau (aumentativo e diminutivo)? Será que o amor e o coração presentes no exemplo II são realmente pequenos? E o vestido, do exemplo III? E criançada tem o mesmo sentido nos dois enunciados?

Os sufixos são extremamente importantes no processo de derivação das palavras, pois modificam seu significado e, em geral, sua classe gramatical, por exemplo, do verbo manifestar, cria-se manifestação. No entanto, sua utilização vai além das questões morfológicas, uma vez que seu uso pode ser influenciado por questões semânticas (significado), indicando as intenções do falante, sejam elas explícitas (que aparecem) ou implícitas (que não parecem).

Nos exemplos citados, os sufixos foram utilizados como recurso para transmitir uma mensagem, por isso, não estão relacionados ao tamanho dos objetos. No exemplo II, foi usado para indicar afeto (amorzinho, lindinho, coraçãozinho), no III e no IV, como desprestígio (vestidinho e criançada). Já no exemplo V e na palavra “felicíssimo” do exemplo II, os sufixos foram usados em sua forma convencional, indicando o grau e marcando o coletivo em criançada.

A partir de agora, muita atenção quando encontrar alguma palavra que tenha sufixo, lembre-se de que é preciso analisar o contexto (a situação) em que a palavra está inserida para perceber a intenção do falante ao utilizá-la, pois, como visto, nem sempre os sufixos marcam tão somente o gênero, o grau ou a classe gramatical da palavra.


Por Mayra Pavan
Graduada em Letras

Avaliação

10.0

    Escola Kids