Quimiossíntese

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Quimiossíntese Os organismos procariontes podem realizar quimiossíntese
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

Quando falamos em organismos autotróficos, logo nos lembramos do processo de fotossíntese, não é mesmo? Entretanto, não são apenas plantas e algas, por exemplo, que são organismos autotróficos. A seguir, conheceremos o processo de quimiossíntese, uma outra forma de produzir moléculas orgânicas.

→ O que é quimiossíntese?

Quimiossíntese é um termo utilizado para descrever um processo em que se forma moléculas orgânicas a partir de gás carbônico e água, utilizando a energia conseguida com a oxidação (processo químico que envolve perda de elétrons) de compostos inorgânicos. Difere-se, por isso, da fotossíntese, que consegue a energia graças à luz, daí o nome fotossíntese.

Os organismos que fazem quimiossíntese utilizam substâncias como a amônia, o enxofre e o ferro para retirar energia. O processo, geralmente, é realizado por bactérias, as quais são conhecidas como bactérias quimiossintetizantes, quimioautotróficas, quimiolitotróficas ou quimiolitoautotróficas.

Assim como os organismos fotossintetizantes, as bactérias quimiossintetizantes constituem a base da cadeia alimentar de algumas áreas sem luz, como a profundeza dos oceanos. Isso se deve ao fato de que elas também produzem seu próprio alimento, dessa forma, a quimiossíntese é um processo autotrófico.

→ Tipos de bactérias quimiossintetizantes

Existem diferentes tipos de bactérias quimiossintetizantes, cada uma adaptada a oxidar um determinado composto a fim de obter energia. Como exemplo de bactérias com essa característica, podemos citar:

  • Bactérias nitrificantes: oxidam compostos que possuem nitrogênio. Essas bactérias são encontradas no solo e também na água. Quando no solo, elas exercem papel fundamental na ciclagem do nitrogênio.
  • Bactérias oxidantes de enxofre: oxidam compostos que contêm enxofre.
  • Bactérias oxidantes de ferro: oxidam ferro. Essas bactérias vivem em ambientes muito ácidos ou, então, com baixa disponibilidade de oxigênio.
  • Bactérias oxidantes de hidrogênio: oxidam gás hidrogênio. A maioria dessas bactérias é capaz também de utilizar compostos orgânicos como fonte de energia, portanto, não são apenas autotróficas.
Avaliação

-

    Escola Kids