Por que desmaiamos?

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Por que desmaiamos? O desmaio caracteriza-se pela perda dos sentidos
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

Você provavelmente já passou por um desmaio ou conhece alguém que já sofreu com esse problema, não é mesmo? Mas você sabe como agir nessas situações e quais são as causas que podem ocasionar essa perda dos sentidos? A seguir vamos falar sobre o desmaio, uma das causas principais de procura das emergências de hospitais.

O que é o desmaio?

O termo desmaio refere-se a uma perda temporária dos sentidos que resulta na perda da consciência e também da força para sustentar o corpo. Esse problema, que é também chamado de síncope, normalmente, é desencadeado por uma deficiência de oxigenação no cérebro e pode estar relacionado com diversas causas.

Quais são as principais causas de desmaio?

O desmaio pode ser ocasionado por diversos problemas, sendo alguns bastante simples e outros que requerem uma maior atenção. Entre os problemas comuns que causam o desmaio, podemos citar a hipoglicemia, que nada mais é que uma diminuição da taxa de glicose no sangue normalmente ocasionada por longos períodos sem alimentação.

Além da hipoglicemia, a pressão baixa, episódios de vômitos, dores intensas e até mesmo o calor excessivo podem provocar o desmaio. A perda de sentidos pode ocorrer também após fortes emoções, como a morte de uma pessoa querida ou descobrir que você ganhou o prêmio da mega sena.

Pessoas que fazem uso de drogas também podem desmaiar caso utilizem a substância em excesso. Isso também é válido para medicamentos, que são um tipo de droga e não devem ser usados sem recomendação médica.

Entretanto, algumas vezes, o desmaio ocorre como consequência de um problema de saúde mais grave, como problemas no coração ou até mesmo neurológicos. É por isso que um desmaio nunca deve ser ignorado, sendo fundamental procurar um médico para descobrir a sua real causa.

O que devo fazer ao ver uma pessoa desmaiada?

Ao ver uma pessoa desmaiada, alguns cuidados devem ser tomados para evitar problemas maiores. Veja a seguir alguns passos simples que podem ajudar uma pessoa nessa situação:

  • Deite a pessoa desmaiada de barriga para cima, mantenha suas pernas levantadas e vire a cabeça da vítima de lado para evitar sufocamentos e facilitar a respiração;

  • Caso a pessoa esteja com roupas muito apertadas, afrouxe-as de modo que a vítima fique um pouco mais confortável;

  • Assim que a pessoa recuperar seus sentidos, peça para que ela permaneça sentada para que seu corpo se recupere;

  • Após alguns minutos, leve a vítima ao hospital mais próximo.

É importante que, durante o socorro, ninguém jogue água na vítima e nem peça para que ela cheire produtos como álcool. Essas práticas, apesar de comuns, não são adequadas.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

-


    Escola Kids