Pais Peregrinos dos Estados Unidos

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Pais Peregrinos dos Estados Unidos Selo com imagem do navio Mayflower e de seus tripulantes *
Por Cláudio Fernandes
PUBLICIDADE

Vocês já devem ter ouvido falar na expressão “Pais peregrinos”, que se refere à colonização ou à “fundação” dos Estados Unidos da América. Pois bem, esses “pais” (pilgrim fathers, no original, em inglês) não são exatamente fundadores dos EUA, no sentido de terem lá chegado primeiro e começado, “do nada”, a colonização. Não são também os ditos “Pais fundadores”, que aludem à expressão Founding Fathers (Pais Fundadores, em inglês), formulada pelo ex-presidente dos EUA, Warren Harding, para referir-se aos signatários da Independência.

Os “pais peregrinos” são aqueles que saíram da Inglaterra, em razão da reviravolta política desencadeada pela Reforma Protestante, e estabeleceram-se no nordeste dos EUA com a clara intenção de povoá-lo. A importância que os “pais peregrinos” receberam deve-se, em grande parte, à forma de organização social que eles empreenderam na região nordeste dos EUA, ou melhor, na colônia da Nova Inglaterra, uma das Treze Colônias que passaram a ser o “alicerce” da sociedade americana.

Esses “pais peregrinos” instalaram-se na faixa de terra que hoje é conhecida como o estado de Massachusetts, tendo vindo da Inglaterra a bordo do navio Mayflower (Flor de Maio). Os tripulantes do Mayflower eram puritanos (calvinistas britânicos) que fugiam do clima de guerra e perseguição instaurado na Inglaterra no início do século XVII. Antes deles, entretanto, o litoral dos EUA já havia recebido vários contingentes de pessoas de variados matizes.

Eles chegaram ao litoral americano em 1620 e, antes mesmo de desembarcarem, formularam um conjunto de regras a ser seguido quando se estabelecessem na Nova Inglaterra. Essas regras ficaram conhecidas como o Mayflower compact. Os peregrinos do navio Mayflower jugavam-se predestinados por Deus a ocuparem as terras do “novo mundo” e lá prosperarem. O peso da doutrina protestante puritana foi decisivo para essa concepção.

Apesar das dificuldades no início do empreendimento, um ano depois, em 1621, os “pais peregrinos” tiveram a sua primeira colheita dos grãos que foram plantados no ano de sua chegada. Após a colheita, fizeram uma festa com os alimentos no mês de outubro. Tal festa ficou conhecida como Dia de ação de graças (Thanksgiving Day, em inglês) e até hoje é celebrada nos Estados Unidos e também no Canadá toda segunda-feira da segunda semana do mês de outubro.

*Créditos da imagem: Shutterstock e chrisdorney


Por Me. Cláudio Fernandes

Avaliação

-

    Assuntos Relacionados

    Escola Kids