Intoxicação alimentar

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Intoxicação alimentar Micro-organismos podem estar presente nos alimentos e liberar toxinas
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

Com certeza você já comeu alguma comida que não lhe fez bem, não é mesmo? Diarreia, vômitos, cólicas são alguns dos sintomas sentidos após a ingestão de algum alimento contaminado por toxinas eliminadas por micro-organismos.

O que é a intoxicação alimentar?

A intoxicação alimentar pode ser definida como um problema causado pela ingestão de alimentos contaminados por toxinas eliminadas por micro-organismos, tais como fungos e bactérias. Vale destacar que, na maioria dos casos, a intoxicação é provocada pela ingestão de alimentos contaminados por bactérias. Como exemplo de bactérias que causam intoxicação, podemos citar o Clostridium botulinum, que elimina uma toxina que causa o botulismo, e Staphylococcus aureus, que provoca a intoxicação estafilocócica.

Principais sintomas da intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar normalmente gera impactos no sistema digestório, entretanto, pode afetar outros sistemas, como o sistema nervoso e genital. Entre os principais sintomas, podemos citar:

  • Náusea;

  • Vômito;

  • Diarreia;

  • Dores abdominais;

  • Febre;

  • Sudorese.

O que fazer em casos de intoxicação alimentar?

Normalmente, a intoxicação alimentar resolve-se rapidamente. Os sintomas acabam em poucos dias e não é necessária, na maioria das vezes, a internação. Entretanto, dependendo do organismo causador, a intoxicação pode ser grave e até mesmo causar o desenvolvimento de outros problemas a longo prazo. A principal medida de tratamento é garantir a hidratação (beber muito líquido). Entretanto, se os sintomas se tornarem mais intensos ou perdurarem por muitos dias, é necessário procurar ajuda médica.

O que podemos fazer para nos prevenir da intoxicação alimentar?

Para evitar uma intoxicação alimentar, devemos, em primeiro lugar, ter certeza de que o alimento foi feito em um ambiente adequado e de maneira higiênica. Caso você esteja comendo em um restaurante, por exemplo, deve observar se as pessoas que manipulam os alimentos estão com roupas adequadas e usando touca e se o alimento está armazenado na temperatura adequada.

No que diz respeito à higiene pessoal, é importante sempre lavar bem as mãos antes das refeições e não compartilhar pratos, copos e talheres. Além disso, devemos selecionar bem os alimentos que serão ingeridos, não deixar alimentos armazenados por muito tempo, utilizar sempre água potável, nunca deixar alimentos cozidos perto de alimentos crus e garantir o armazenamento adequado do que será ingerido.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

10.0


    Escola Kids