Fronteira Agrícola

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Fronteira Agrícola Criação de Gado em uma área da Amazônia recentemente devastada
PUBLICIDADE

Fronteira Agrícola é um termo elaborado para designar a região do país que sofre com o avanço das práticas agrícolas em detrimento da devastação das florestas.

A Fronteira agrícola do Brasil já esteve em várias regiões. Suas mudanças aconteceram ao longo da história em virtude da situação política e econômica de cada período.

O primeiro estágio da fronteira agrícola do Brasil localizava-se no litoral do país, durante o período inicial da colonização realizada pelos portugueses. Quando os descobridores chegaram ao nosso país, começaram a devastar a Mata Atlântica para a extração do Pau-Brasil. Em seguida, utilizaram essa área para o plantio da cana-de-açúcar. Posteriormente, atividades mineradoras e a realização de outras práticas agrícolas expandiram ainda mais essa fronteira.

Com o passar dos anos, a fronteira agrícola foi avançando para o interior do nosso território. Na metade do século XX, ela alcançou a floresta do Cerrado, que se localiza, em sua maior parte, na região do Centro-Oeste Brasileiro.

Com isso, em poucos anos, mais da metade do Cerrado já havia sido destruída para o plantio, principalmente da soja e da cana-de-açúcar. Hoje, restam menos de 20% da vegetação original do Cerrado brasileiro.

Atualmente, a fronteira agrícola encontra-se na Floresta Amazônica, mais especificamente nos estados do Pará, Mato Grosso, Tocantins e Maranhão, e não para de avançar. Apesar das medidas de vigilância e controle da Amazônia realizadas pelo governo brasileiro, todos os dias centenas ou milhares de hectares de floresta vão ao chão.

Expansão da fronteira agrícola sobre a Amazônia


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Avaliação

10.0

    Escola Kids