Crustáceos

  • Atualmente 4.8/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Crustáceos Os crustáceos são animais extremamente importantes para a cadeia alimentar aquática
PUBLICIDADE

Os crustáceos são animais invertebrados que possuem patas articuladas e uma carapaça externa muito dura e resistente. Eles podem ser encontrados tanto em ambientes aquáticos (marinhos ou de água doce), quanto em terra firme, como os tatuzinhos-de-jardim (que vivem escondidos sob pedras ou em troncos apodrecidos), os tatuzinhos-de-praia (que vivem se enterrando na areia da praia) e as baratas-da-praia (encontradas entre rochas no mar).

São poucas as espécies de crustáceos que vivem em terra firme
São poucas as espécies de crustáceos que vivem em terra firme

Algumas espécies de crustáceos vivem fixas a rochas ou cascos de navios, como as cracas, que levam o nome de animais sésseis. Há outras espécies que caminham na areia no fundo do oceano, como os siris e os camarões, e há ainda as espécies que vivem nadando pelo mar, mas que gostam de ficar escondidas entre rochas e corais no fundo do mar, como as lagostas.

A maioria dos crustáceos vive em ambientes marinhos
A maioria dos crustáceos vive em ambientes marinhos

Os caranguejos são crustáceos que conseguem sobreviver dentro e fora da água, sendo que muitos deles fazem suas tocas nos manguezais. Algumas espécies de caranguejos gostam de se alimentar de algas, enquanto outras se alimentam de peixes vivos ou mortos.

O caranguejo ermitão, também chamado de caranguejo eremita, é um crustáceo que não possui carapaça como os outros e, por esse motivo, ele se abriga na concha abandonada de algum molusco. É comum vermos uma anêmona-do-mar sobre a concha desse caranguejo, que a usa para sua defesa, pois a anêmona possui células com substâncias tóxicas que afugentam os predadores.

O caranguejo eremita se abriga em conchas abandonadas de moluscos
O caranguejo eremita se abriga em conchas abandonadas de moluscos

Os crustáceos têm uma importância muito grande na cadeia alimentar aquática, pois a maior parte dos animais aquáticos sobrevive porque se alimenta de pequenos crustáceos. Animais como camarões, lagostas, siris e caranguejos também são muito apreciados pelos seres humanos.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Avaliação

9.6

    Escola Kids