Consoantes

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Consoantes Há 19 consoantes na Língua Portuguesa
Por Luciana Kuchenbecker Araújo
PUBLICIDADE

Assim como as vogais, as consoantes são os fonemas que produzimos para pronunciar sons e as palavras de nossa língua. Quando emitimos qualquer tipo de som, o ar que sai dos nossos pulmões passa pelas pregas vocais e sai pela boca ou pelo nariz e boca. No caso das consoantes, quando são emitidas, essa corrente de ar passa por alguns obstáculos a mais do que as vogais para serem pronunciadas.

Diferentemente das vogais, cujos sons formam-se a partir da simples vibração do ar nas pregas vocais, para pronunciar as consoantes, precisamos dos nossos lábios, dentes, língua, palato (céu da boca), véu palatino (parte de trás do céu da boca), úvula (“sininho” da garganta) ou qualquer outro obstáculo. As consoantes também precisam estar unidas às vogais para serem mais bem pronunciadas e formarem uma sílaba.

Temos 19 consoantes na Língua Portuguesa. São elas:

/ B /, / C /, / D /, / F /, / G /, / J /, / K /, / L /, / M /, / N /, / P /, / Q /, / R /, / S /, / T /, / V /, / W /, / X /, / Z /.

Algumas informações importantes:

  • A letra 'H' não é considerada consoante porque ela sozinha não produz som;

  • Com o Novo Acordo Ortográfico, as letras 'Y', 'K', e 'W' foram incorporadas ao alfabeto da língua portuguesa;

  • A letra 'Y' é considerada como sendo uma vogal, já que foi traduzida do alfabeto grego e mantém o som da vogal 'i'. Quando alguma palavra estrangeira que contém o 'Y' incorpora-se à língua portuguesa, ela passa a ser grafada com a letra 'i': ioga, iene;

  • A letra 'K', na Língua Portuguesa, corresponde aos fonemas /c/ e /qu/, como na palavra 'Kuwait'; assim, é considerada uma consoante.;

  • A consoante 'W' deve ser empregada de acordo com a pronúncia da língua original da palavra: como 'V', quando a etimologia da palavra for de origem alemã (Walquíria); como 'U', quando for de origem inglesa (web).

É possível classificar as consoantes de acordo com as funções das pregas vocais, de acordo com as funções das cavidades bucal (boca) e nasal (nariz), de acordo com o modo de articulação e, por fim, de acordo com o ponto de articulação.

Fique atento a cada uma dessas funções:

Função das cordas vocais:

  • As consoantes que não passam pelas pregas vocais e não as fazem vibrar são chamadas de surdas ou desvozeadas. Ex.: /p/, /f/, /t/, /s/, /x/, /k/;

  • As consoantes que passam pelas pregas vocais e fazem-nas vibrar são chamadas de sonoras ou vozeadas. Ex.: /b/, /v/, /d/, /z/, /j/, /g/, /m/, /n/, /nh/, /l/, /lh/, /r/, /rr/.

Função das cavidades bucal e nasal:

  • São chamadas de orais quando as correntes de ar saem dos pulmões e passam somente pela boca. Com exceção de /m/, /n/, /nh/, todas as demais são orais.

  • São chamadas de nasais quando as correntes de ar saem pela boca e pelo nariz. Ex.: /m/, /n/, /nh/.

Quanto ao modo de articulação:

1) São oclusivas as consoantes que necessitam do fechamento da boca para serem pronunciadas pelos falantes. Na verdade, as consoantes oclusivas exigem um bloqueio da corrente de ar;

2) São constritivas as consoantes que são pronunciadas quando o falante bloqueia parcialmente a corrente de ar. Esse bloqueio pode ocasionar diferentes fonemas consonantais. Observe:

  • Fricativas – São pronunciadas a partir da fricção do ar em um obstáculo: /f/, /v/, /s/, /z/, /x/, /j/.

  • Laterais – São pronunciadas a partir da passagem do ar pelo canto da boca: /l/, /lh/.

  • Vibrantes – São pronunciadas pela vibração de um elemento do aparelho fonador: /r/, /rr/.

  • Nasais – São pronunciadas com a saída do ar pelo nariz: /m/, /n/, /nh/.

Quanto ao ponto de articulação:

O ponto articulação é o lugar onde a corrente de ar é articulada: nossos lábios (superiores e inferiores), nossos dentes, palatos etc. Observe:

  • Bilabiais – São as consoantes pronunciadas pelo contato dos lábios (lábio superior + lábio inferior): /p/, /b/, /m/;

  • Dentais – São as consoantes pronunciadas pelo contato entre a língua e os dentes: /t/, /d/;

  • Alveolares – São as consoantes pronunciadas pelo contato entre a língua e os alvéolos dos dentes: /s/, /z/, /l/, /r/, /rr/;

  • Labiodentais – São as consoantes pronunciadas pelo contato dos lábios com a arcada superior dos dentes;

  • Palatais – São as consoantes pronunciadas a partir do contato entre a língua e o palato (a parte de trás da língua + o céu da boca): /f/, /v/;

  • Retroflexivas – São as consoantes que provocam uma curva na língua para serem pronunciadas;

  • Velares – São as consoantes pronunciadas pelo contato da parte traseira da língua com o véu de palatino (parte superior da língua + palato mole): /k/, /g/;

  • Uvulares – São as consoantes pronunciadas pela vibração da úvula (“sininho” da garganta);

  • Glotais – São as consoantes pronunciadas pela vibração da glote.


Por Ma. Luciana Kuchenbecker Araújo

Avaliação

10.0

    Escola Kids