Cinco dicas de redação

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Cinco dicas de redação Para escrever mais e melhor, é preciso também ler mais e sempre! Nunca se esqueça dessa dica de ouro!
Por Luana Castro Alves Perez
PUBLICIDADE

 Você gosta de escrever? Infelizmente muitas pessoas respondem a essa pergunta com um sonoro “não”... Bom, nós sabemos que nem sempre escrever é uma tarefa fácil, mas também não precisa ser a coisa mais difícil do mundo, não é verdade? A dificuldade para organizar as ideias no papel está relacionada com a falta de leitura, pois é inegável que quem lê mais tem mais chances de escrever bons textos.

Quando lemos, ainda que sem perceber, aprendemos as regras da língua portuguesa na prática, sem “decorebas”. Isso acontece porque, ao entrarmos em contato com a norma-padrão (que geralmente é o registro adotado na maioria dos livros, sejam eles literários ou didáticos), temos a oportunidade de conhecer melhor o funcionamento do idioma na modalidade escrita. Assim, quanto mais lemos, mais afinados com a língua ficamos. Que tal começar a ler agora mesmo? O Escola Kids preparou para você cinco dicas de redação simples e eficazes que vão te ajudar a melhorar a escrita de textos. Vamos lá?

Dicas de redação

Dica 1 ► Leia mais: A nossa primeira dica não poderia ser outra, mesmo porque dicas ajudam, mas não fazem milagres. Tudo deve começar de você, e a primeira atitude que você deve tomar é fazer do livro (seja ele impresso ou digital) o seu melhor amigo. Nada de preguiça, lembre-se de que não há maneira melhor para aprender as regras da língua portuguesa. Você não vive reclamando que não entende nada de gramática? Pois é, essa é a sua oportunidade de fugir do “decoreba” para entender de uma vez por todas esse idioma que você já domina desde pequenininho!

Dica 2 ► A hora e a vez do leitor: Para quem escreve um texto não literário, não há pessoa mais importante do que o leitor. O problema é que muitas pessoas se esquecem desse “detalhe” e escrevem textos pouco interessantes ou longos demais, característica inadequada principalmente se pensarmos que hoje em dia, infelizmente, a maioria das pessoas não tem muito tempo para ler. Seja objetivo, escolha um vocabulário acessível e que torne a leitura de seu texto prazerosa, e não uma verdadeira tortura. A finalidade maior dos textos escritos, e também orais, é a comunicação. Se não houver comunicação entre o escritor e o leitor, de nada adiantou escrever um texto, certo?

Ler mais, ficar atento à estrutura do texto, preocupar-se com o leitor e ler o texto em voz alta estão entre as principais dicas de redação
Ler mais, ficar atento à estrutura do texto, preocupar-se com o leitor e ler o texto em voz alta estão entre as principais dicas de redação

Dica 3 ► Atenção com a estrutura do texto: Os textos não literários, especialmente os textos dissertativo-argumentativos, são compostos por partes bem definidas. São elas: introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução, como o próprio nome já diz, você deve apresentar para o seu leitor o tema que será abordado em seu texto, e isso deve ser feito de maneira objetiva, de preferência com períodos curtos. No desenvolvimento, que geralmente apresenta dois ou três parágrafos, você deve argumentar e tentar convencer o leitor de suas ideias, sempre retomando aquele tema que você apresentou na introdução. Na conclusão, faça a síntese do problema apresentado no texto e nunca, nunquinha, apresente novos dados ou informações nessa parte do texto, combinado?

Dica 4 ► Entenda a função do parágrafo: Eis um dos elementos mais importantes de um texto: o parágrafo. Ele deve sempre iniciar com um tópico frasal, que nada mais é do que a oração que introduz a ideia-núcleo que nele será desenvolvida. Cada parágrafo deve conter apenas uma ideia-núcleo, que será defendida por meio de ideias secundárias. Se você perceber que está mudando de assunto dentro de um mesmo parágrafo, é hora de finalizá-lo e partir para o próximo. Mas se ainda assim você terminou o seu texto e depois de uma leitura cuidadosa percebeu que não cumpriu essa regra de ouro, não tenha preguiça: reorganize-o e, se preciso for, reescreva-o, certo?

Dica 5 ► Leia seu texto em voz alta: Você sabia que esse é um exercício muito comum até mesmo entre os grandes escritores? É isso mesmo, nem os mais habilidosos com a palavra escrita abrem mão de reler o próprio texto e, de preferência, em voz alta. Esse tipo de leitura pode ajudar você a encontrar possíveis erros, entre eles, erros de concordância e de coesão, já que você pode se deparar com ideias desajustadas, palavras repetidas e até mesmo frases inteiras que não contribuem em nada para o desenvolvimento de seu texto. Portanto, antes que seu leitor encontre seus erros, faça isso primeiro.

Esperamos que você tenha gostado das nossas superdicas de língua portuguesa! Agora é só aproveitá-las e... bons estudos!


Por Luana Castro
Graduada em Letras
 

Avaliação

10.0

    Escola Kids