Che Guevara

  • Atualmente 2.7647058823529/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Che Guevara Che Guevara: um líder que acreditava na luta armada como meio de transformação política.
PUBLICIDADE

Ernesto Che Guevara ficou conhecido como uma das mais importantes figuras da história em todo o século XX. Nascido na Argentina, na cidade de Rosário, em 1928, Che Guevara era uma criança cercada por vários cuidados, já que sofria de graves problemas respiratórios que comprometiam seriamente a sua saúde. No entanto, isso não impediu que ele seguisse seus estudos e chegasse a cursar medicina na universidade.

Após tornar-se médico, especializando-se no estudo das doenças alérgicas, deixou a sua profissão de lado para viver envolvido em diversas lutas políticas. Para muitos que estudaram sua vida, uma longa viagem de 10 mil quilômetros por vários lugares da América Latina teria sido decisiva para que escolhesse a política e abandonasse a medicina. Em seu diário, onde anotava as impressões da longa viagem, costumava reclamar da miséria e das desigualdades que marcavam todo o continente americano.

No ano de 1955, Che Guevara decidiu enfrentar as desigualdades políticas que assolavam a América Latina se envolvendo com grupos armados – também conhecido como guerrilhas – que buscavam depor governos que fossem autoritários e que não se preocupavam com as desigualdades sociais. No ano de 1959 alcançou seu maior êxito ao conseguir derrubar o governo de Fulgêncio Batista, que na época presidia Cuba, um dos países mais miseráveis de toda América Central. Na condição de líder da chamada Revolução Cubana, acabou ocupando diferentes cargos políticos do novo governo que se formava naquele país.

Mesmo vencendo em Cuba, Che não acreditava que sua missão política estava concluída ou que ele deveria se focar apenas nos problemas cubanos. No ano de 1961, foi convidado pelo presidente brasileiro Jânio Quadros para receber uma homenagem pelo êxito da Revolução Cubana. Pouco depois, decidiu então participar de outro grupo de guerrilha no Congo Belga, país situado na África, onde não teve o mesmo sucesso.

No ano de 1967 foi para a Bolívia, nação situada na América do Sul, onde tentou derrubar o governo local em favor de seus ideais de origem socialista em comunista. Dessa vez, a atuação da guerrilha acabou sendo sufocada pela ação de militares bolivianos e norte-americanos. Visto como um líder que ameaçava a estabilidade dos governos de orientação capitalista, Che Guevara foi preso e sumariamente executado pelos seus inimigos.

Atualmente, mesmo que muitos não acreditem que as transformações políticas devam ser feitas por meio de ações armadas, a trajetória de Che Guevara foi por muito tempo venerada como símbolo de rebeldia e idealismo. De qualquer forma, sua disposição em pegar em armas em favor da concretização de ideais se mostra como um reflexo das disputas políticas que marcaram o século XX. No século XXI, a participação política ainda é uma questão importante para todo mundo e é bem melhor que ela não aconteça pelo uso das armas.

Por Rainer Gonçalves Sousa
Colaborador Escola Kids
Graduado em História pela Universidade Federal de Goiás - UFG
Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás - UFG

Avaliação

5.5

    Escola Kids