Charles Darwin

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Charles Darwin Darwin foi um importante naturalista que propôs ideias importantes sobre a seleção natural
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

Charles Darwin foi um importante pesquisador que deixou significativas contribuições no campo da Evolução. Esse naturalista inglês viveu no século 19, e até hoje sua teoria é aceita pela comunidade científica. A seguir, conheceremos mais sobre esse importante homem.

→ Infância e juventude

Charles Darwin nasceu em 12 de fevereiro de 1809 na Inglaterra, mais precisamente na cidade de Shrewsburry. Até os oito anos, ele não frequentou a escola e recebeu seus estudos em casa. Quando completou essa idade, Darwin foi matriculado em uma escola rígida e, nesse mesmo ano, sua mãe faleceu.

Desde a infância, Darwin já mostrava seu gosto pela ciência, destacando-se por suas diversas coleções. Além de colecionador, ele aprendeu a caçar, pescar e andar a cavalo durante essa fase. Ele ainda desenvolvia experiências em um laboratório montado por ele e pelo irmão, Erasmus.

Ao completar 16 anos, Darwin foi enviado para a Universidade de Edimburgo para estudar Medicina. Entretanto, ele não se identificou com o curso, principalmente por ter fobia de sangue e as cirurgias serem feitas sem o uso de anestesia. Ele desistiu desse curso em 1827.

Ao retornar para casa, Darwin foi encaminhado para o Christ’s College, em Cambridge. Lá, ele deveria cursar Artes e realizar atividades religiosas. Darwin iniciou seus estudos e começou a estudar também história natural. Também foi em Cambridge que ele conheceu Jonh Stevens Henslow, que seria uma peça extremamente importante na vida de Darwin.

Depois de terminar o curso de Artes, Darwin passou a dedicar-se à história natural. Henslow incentiva-o a viajar pelas florestas tropicais. Ele, então, após convencer o pai, aceitou o convite e seguiu para Londres. Após uma semana de convivência experimental com o capitão do navio Beagle, Darwin foi aceito para a viagem.

→ Viagem no Beagle

A viagem a bordo do Beagle foi extremamente enriquecedora, uma vez que Darwin conseguiu observar vários fósseis, animais e outros organismos vivos. Em Galápagos, ele pesquisou os tentilhões, que foram essenciais para o seu entendimento sobre a seleção natural, pois ele pôde analisar espécies diferentes do mesmo gênero de pássaro em cada uma das ilhas que formam o arquipélago.

→ Retorno do Beagle

A viagem a bordo do Beagle durou cinco anos e rendeu uma série de materiais para os estudos de Darwin. Esse material também serviu para que esse pesquisador publicasse livros sobre a fauna e a flora dos locais visitados.

Em 1842, Darwin escreveu a primeira versão do famoso livro a Origem das Espécies. A princípio, ele não publicou o material de suas pesquisas por causa de diversas questões, como a religião. Entretanto, Alfred Russel Wallace chegou às mesmas conclusões que Darwin e, por essa razão, foi necessário urgência na divulgação de seu trabalho. Wallace e Darwin fizeram uma apresentação conjunta de suas ideias, e, três anos depois, Darwin publicou seu livro. A Origem das Espécies foi publicado em 22 de novembro de 1859.

Darwin casou-se em 1839, com sua prima Emma Wedgwood, e teve dez filhos, dos quais três tiveram morte prematura. Ele morreu em 19 de abril de 1882.

Avaliação

-

    Escola Kids