Características do sistema imunitário

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Características do sistema imunitário O sistema imunitário age como um exército defendendo o nosso corpo
PUBLICIDADE

O nosso corpo tem várias estratégias de defesa contra organismos invasores. Vimos no artigo “Características do tecido epitelial”, que uma das proteções do nosso corpo contra agentes invasores é a nossa pele. Pois bem, o nosso organismo tem um sistema bem complexo, cujas células são altamente especializadas em combater qualquer tipo de organismo invasor. O sistema de que estamos falando é o sistema imunitário, chamado por alguns de sistema imunológico, e ele é o responsável por defender o nosso organismo contra micro-organismos como vírus, bactérias etc.

O nosso sistema imunitário é composto por células chamadas de linfócitos. No presente artigo iremos estudar somente dois tipos, os linfócitos T e os linfócitos B.

Os linfócitos T se diferenciam em dois outros tipos, os linfócitos T auxiliadores e os linfócitos T citotóxicos.

Os linfócitos T auxiliadores incentivam a produção de anticorpos pelos linfócitos B, enquanto que os linfócitos T citotóxicos são responsáveis pela destruição de células que são invadidas por vírus ou células cancerosas.

Os linfócitos T são células que fazem parte do sistema imunitário
Os linfócitos T são células que fazem parte do sistema imunitário

Os linfócitos B são produzidos na medula óssea vermelha e são encontrados em nosso sangue. Eles são células especializadas na produção de anticorpos (proteínas que combatem organismos estranhos) chamados cientificamente de antígenos. Quando o nosso organismo entra em contato com antígenos, os linfócitos B começam a produzir anticorpos para combatê-los. É interessante ressaltar que para cada tipo de antígeno há um tipo específico de anticorpo. Ao se unir ao antígeno, o anticorpo impede que eles se espalhem pelo resto do organismo e também facilita a ação de células como os macrófagos, que digerem esses antígenos.

Em nosso organismo existem alguns linfócitos que fazem parte do que chamamos de “memória imunitária”. Na “memória imunitária”, alguns linfócitos produzem anticorpos especializados em combater certo tipo de antígeno. Dessa forma, se o nosso organismo tiver contato com o antígeno mais de uma vez, os anticorpos já o inutilizarão. Isso acontece com doenças como a catapora e o sarampo, por exemplo. Se uma pessoa pegar uma dessas doenças, ela até pode ter contato com o vírus, mas a doença não se manifestará.

Os linfócitos B agem como soldados em nosso organismo, combatendo qualquer organismo estranho que por acaso o invada
Os linfócitos B agem como soldados em nosso organismo, combatendo qualquer organismo estranho que por acaso o invada

É por causa dessa capacidade que o nosso organismo tem de memorizar os antígenos que nós tomamos as vacinas, pois elas são produzidas a partir de toxinas produzidas por antígenos, ou até mesmo parte deles. Dessa forma, quando nós tomamos a vacina, os nossos anticorpos irão reconhecer aquele corpo estranho, combatendo-o, e o melhor, eles ficarão memorizados em nosso organismo para que não peguemos essa doença.

A vacinação é importante porque impede que certas doenças invadam nosso organismo
A vacinação é importante porque impede que certas doenças invadam nosso organismo


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Avaliação

10.0

    Escola Kids