Canibalismo

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Canibalismo O louva-a-deus fêmea alimenta-se do macho durante a reprodução
PUBLICIDADE

O canibalismo, assim como o mutualismo, a predação e o parasitismo, é uma relação ecológica, ou seja, uma interação entre organismos vivos. Essa relação ocorre entre indivíduos da mesma espécie (relação intraespecífica) e um deles é sempre prejudicado (relação desarmônica).

Nessa relação ecológica, um indivíduo mata e alimenta-se de outro da mesma espécie que a dele. Esse comportamento, apesar de bastante estranho, é comum no reino animal e não está ligado apenas à alimentação. Conheça a seguir alguns exemplos de animais que realizam canibalismo.

O louva-a-deus é um dos exemplos mais clássicos. Durante a reprodução, a fêmea literalmente come a cabeça do macho, devorando-o vivo. Ao alimentar-se do macho, a fêmea assegura os nutrientes necessários para sua reprodução. Esse tipo de canibalismo é frequentemente chamado de canibalismo sexual e, dependendo da espécie, pode ocorrer antes, durante ou após a cópula.

O canibalismo nos tubarões-mangona ocorre ainda no interior do útero
O canibalismo nos tubarões-mangona ocorre ainda no interior do útero

Outro exemplo dessa relação ecológica é visto na especie de tubarão conhecida como tubarão-mangona. Eles praticam um tipo interessante de canibalismo, o chamado canibalismo intrauterino, em que o embrião mais desenvolvido alimenta-se dos outros embriões ainda no útero da mãe. Essa espécie corre sérios riscos de extinção, e esse hábito acaba dificultando o aumento do número de indivíduos.

Os leões, algumas vezes, também praticam canibalismo. Frequentemente, esses animais são observados alimentando-se dos filhotes de um antigo líder do grupo. Com esse comportamento, o leão garante que todos os filhotes da nova geração sejam suas crias, e não de um líder anterior.

Curiosidade: Apesar de muitos acharem que a viúva-negra mata seu parceiro e alimenta-se dele após a reprodução, esse fato não é bem verdade. O macho morre acidentalmente após a cópula, uma vez que seu aparelho reprodutor quebra-se e ele perde o hemolinfa, uma substância com a função de sangue desses animais. Só após essa morte trágica, a fêmea alimenta-se dele.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

10.0

    Escola Kids