Cadeia e teia alimentar

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Cadeia e teia alimentar Em uma cadeia alimentar, o fluxo de nutrientes é unidirecional
PUBLICIDADE

Cadeia e teia alimentar são conceitos importantes em Ecologia e estão relacionados com as relações de alimentação que ocorrem entre os seres vivos. Entretanto, a teia alimentar é uma maneira mais realista de retratar as relações que ocorrem no meio.

Antes de explicarmos o que é uma cadeia e uma teia alimentar, é fundamental entender o que são os níveis tróficos e quais são eles. Denominamos de níveis tróficos os diferentes grupos de organismos que possuem relações de alimentação similares. Herbívoros, por exemplo, estão no mesmo nível trófico.

Basicamente, podemos dizer que existem três níveis tróficos:

  • Produtores: esse nível agrupa os organismos autotróficos, ou seja, que produzem seu próprio alimento. Como exemplo de produtores, podemos citar as plantas e as algas, grupos de organismos que realizam o processo de fotossíntese.

  • Consumidores: seres heterotróficos e, portanto, incapazes de produzir seu próprio alimento. Denominamos de consumidores primários aqueles que se alimentam dos organismos produtores. Aqueles que se alimentam de consumidores primários são chamados de consumidores secundários, os que se alimentam de consumidores secundários são chamados de consumidores terciários e assim por diante.

  • Decompositores: Nesse grupo temos os fungos e as bactérias, que agem em todos os organismos da teia e cadeia alimentar. Esse nível é importante porque, ao realizar a decomposição, devolve ao ambiente nutrientes que poderão ser reutilizados.

Cadeia alimentar

As cadeias alimentares mostram o fluxo de nutrientes entre os níveis tróficos. Nesse caso, verifica-se um fluxo sempre retilíneo e unidirecional e cada espécie ocupa apenas um nível trófico.

Teia alimentar

As teias alimentares podem ser definidas como diversas cadeias alimentares interligadas. Essas interligações mostram que um mesmo organismo pode apresentar hábitos de alimentação variáveis e, portanto, ocupar diferentes níveis tróficos. Em uma teia, o fluxo de energia e nutrientes segue diversos caminhos.

Na teia alimentar, é possível verificar várias cadeias alimentares interligadas
Na teia alimentar, é possível verificar várias cadeias alimentares interligadas

Por que a teia alimentar representa melhor um ecossistema?

A teia representa melhor um ecossistema porque mostra as diversas relações que podem existir. É importante dizer que, em um ecossistema, não existe uma cadeia alimentar isolada, pois um mesmo organismo pode ocupar diferentes níveis tróficos. Esse é o caso dos onívoros, que, ao se alimentarem de vegetais, são consumidores primários, mas, ao se alimentarem de animais, são consumidores secundários, terciários e assim por diante.

Atenção: Ao representar uma cadeia ou teia alimentar, devemos utilizar uma seta para indicar a direção do fluxo de nutrientes e energia. Essa seta pode ser lida como “serve de alimento para”. Exemplo: Plantas → Coelhos → Corujas.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

-

    Escola Kids