As origens históricas do Papai Noel

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
As origens históricas do Papai Noel A figura lendária do Papai Noel foi resultado da mistura tanto da crença em São Nicolau como de crenças pagãs
Por Daniel Neves Silva
PUBLICIDADE

O Papai Noel (conhecido como Santa Claus nos países de língua inglesa) é uma figura lendária que está associada ao Natal. Segundo a lenda, ele é uma personagem que traz presentes para as crianças bem-comportadas na véspera de Natal. Essa lenda também diz que o Papai Noel possui oito renas que voam pelos céus e auxiliam-no na tarefa de entregar os presentes nos lares. Diferentes versões dessa história afirmam que essa figura lendária mora no Polo Norte ou na Lapônia (norte da Finlândia).

Origens históricas do Papai Noel

As origens históricas do Papai Noel estão associadas a uma figura cristã e às lendas pagãs que eram comuns na Europa antes de sua cristianização. A atual figura do Papai Noel relaciona-se com um padre cristão chamado São Nicolau, ou Nicolau Taumaturgo, que viveu na Ásia Menor (atual Turquia), durante o século IV d.C. Além disso, associou-se essa imagem com diversas crenças e mitos de povos europeus que possuíam religiões de origem pagã.

São Nicolau ficou extremamente conhecido por dar presentes aos pobres – ele tinha nascido de uma família abastada. A generosidade desse homem ficou particularmente célebre quando ele ajudou três filhas de um cristão pobre para que elas não se tornassem prostitutas. Atualmente, São Nicolau é um importante santo da Igreja Católica e, inclusive, é o padroeiro de algumas nações como Rússia e Noruega.

Dessa forma, São Nicolau ficou muito associado com as caridades que realizou em vida e com a sua proximidade com as crianças. Ele também é representado com características semelhantes às que popularizaram o Papai Noel: um homem grisalho e barbudo. Os restos mortais desse santo estão atualmente depositados na cidade de Bari, na Itália.

O Papai Noel também está relacionado com outras figuras que não são vinculadas ao cristianismo. Uma delas era uma importante divindade das tribos germânicas do Norte da Europa: Odin, também conhecido como Wotan. Odin era o principal deus desses povos e também era representado como idoso, grisalho e barbudo.

As tradições germânicas colocam Odin como o responsável por entregar presentes para as pessoas durante o Yule, uma celebração dos germânicos que marcava o solstício de inverno (ocorria todo mês de dezembro). Esses povos acreditavam que Odin deslocava-se em um cavalo voador de oito patas, chamado Sleipnir (o cavalo de Odin, naturalmente, é uma associação direta às oito renas do Papai Noel).

Na tradição germânica, Odin voava em seu cavalo entregando brinquedos e doces. Para receber esses presentes, as crianças colocavam botas próximas às chaminés e enchiam-nas de palha (feno) para Sleipnir poder alimentar-se. Em troca, Odin enchia as botas com os brinquedos e os doces. A entrega desses agrados acontecia com Odin entrando nas casas pelas suas chaminés. A modernização do mito fez com que, em vez de botas, meias fossem colocadas próximas às chaminés.

À medida que a região foi sendo cristianizada, as antigas lendas que associavam a entrega de presentes a Odin e ao Yule passaram a ser relacionadas com São Nicolau e com o Natal. Essa tradição e a figura do Papai Noel chegaram à América com imigrantes holandeses, que se estabeleceram na América do Norte (na cidade de Nova Amsterdã, atual Nova Iorque). Para os holandeses, essa figura, também associada com São Nicolau, era chamada de Sinterklaas.

Assim, a atual representação do Papai Noel, nos Estados Unidos, surgiu da adaptação dessa figura de origem holandesa. Novas adaptações dessa figura aparecem também com a publicação de um poema conhecido como “A Visit from Saint Nicholas” (Uma visita de São Nicolau), ou “Twas the Night Before Christmas” (É Véspera de Natal), da autoria de Clement Clarke Moore.

Por fim, a forma consolidada do Papai Noel, incluindo suas cores, apareceu com uma campanha de marketing idealizada pela Coca-Cola. Essa imagem do Papai Noel popularizou-se a partir do uso da propaganda de massa durante as décadas de 1920 e 1930.

Avaliação

10.0

    Escola Kids